“A LISTA” IGREJAS EVANGÉLICAS PACTUADAS COM O ECUMENISMO

 

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania promoveu o 2º Fórum Inter-Religioso por uma Cultura de Paz e Liberdade de Crença. O evento reuniu mais de 200 representantes de religiões do Estado de São Paulo, que discutiram com autoridades, órgãos públicos e entidades civis, a cooperação inter-religiosa, a liberdade de crença e a cultura de paz.

O Fórum Inter-Religioso foi institucionalizado desde 2013 pela Lei 14.947/13 no âmbito da Secretaria de Justiça e Defesa da cidadania. Os representantes eleitos para compor este Fórum Administrativo, feito de pessoas de diversas correntes religiosas, receberão disciplinas e atribuições diretamente da Secretaria da Justiça para fazer estender o plano da Nova Educação Religiosa, que é por fim a verdade absoluta, ou a última verdade. (teologia pluralista).

Terão também a função de denunciar e encaminhar a Secretaria da Justiça qualquer caso que comprometa o progresso desta política inter-religiosa. Os discursos e programas que estes educadores devem usar para promover a unidade religiosa colocará em caráter primordial a dramaturgia dos erros históricos cometidos com a religião. Um método satânico conhecido pelos intelectuais desta estrutura centralizadora (“problema-reação-solução”), que faz garantir com que pessoas sejam manipuladas. Criando eventos frustrantes, de natureza vil, que faria a sociedade sangrar, se comover profundamente (guerras, colapsos econômicos, bombas terroristas, etc.) até se render de maneira que a Agenda Global seja introduzida.

Chega para nós o nome “relações gerais da vida humana” como uma influência sobre os espíritos afetados, dirigindo a sociedade diretamente para o abismo dos conhecimentos que os edifícios governamentais do novo regime mundial desejará impor-lhes (ONU). Não me causa estranhezas o modo como o Governo de Geraldo Alckmin deu ritmo a agenda global do novo regime. Institucionalizando o programa de ensino especial para as religiões só confirma a participação dele na pirâmide humana do controle. Encaro esta questão como derradeiros clarões da coroação futura do rei universal (besta), que já leva o vigor das constantes coordenadas centralizadoras da ONU. O que é óbvio, que tais impérios dos negócios globais continuem colocando em prática o “grande trabalho de Eras” da franco maçonaria.

O problema é que entre os membros empossados nesta força educativa tem nomes de igrejas evangélicas tradicionais. Das 80 correntes religiosas que o site do Governo Estado de São Paulo discrimina com mérito de participação, Budismo, Hinduísmo, Catolicismo Romano, Catolicismo Ortodoxo, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Igreja Anglicana, Espiritismo, Igreja Messiânica Mundial, Islamismo, Judaísmo, Religiões Afrodescendentes (Nagôs, Jejes, Bantos), Xamanismo, Movimento Hare Krishna, Santo-Daime, Seicho-No-Ie, Taoísmo, Xintoísmo, Luteranismo, tradições indígenas, consta na lista igrejas como a Batista, Metodista, Congregação Cristã do Brasil, Adventistas, Assembléia de Deus, Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja Brasil Para Cristo, Igreja Pentecostal Deus é Amor, Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, Igreja Internacional da Graça de Deus, Igreja Universal do Reino de Deus e Renascer em Cristo.

A tribuna da fama evangélica está se espalhando pelo mundo inteiro, e aos poucos as estruturas políticas, como organizações não governamentais, que se alinham a besta da ONU (Agenda Global), faz conhecer o nome das instituições evangélicas que assinaram obediência ao novo regime. Isso sim é repugnante e devastador: a lista. Tendo o conhecimento de que lideranças evangélicas participam de um movimento que só faz jurar de morte a Igreja fiel de Cristo, e com novas lei coopera para a perversão do pensamento de cristãos, para a derrubada da base confessional da fé em Jesus Cristo, só nos faz pensar uma coisa: as cadeias do inferno se abriram e estamos mais perto do que nunca da vinda do Cristo ressurreto.
Não me cansarei de denunciar estas sementes do mal. Vou me dedicar profundamente a identificar cada destes que julgo traidores de Cristo, violentadores do corpo de Jesus e assassinos das almas. Quanto aos que já obedecem cegamente a ordem ministerial destas igrejas, seguem venerando e adorando estes líderes apostatas, cujo castigo deve ser exemplar, meus sentimentos de total repudio e condenação.

Maranata, Jesus está voltado!

fonte: http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/justica-2-forum-inter-religioso-institui-forum-permanente/

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

OPERAÇÃO “LAVA-PÉS”

O Ministério Público de Contas cobrou explicações da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) pelo repasse de R$ 400 mil, aprovado pelo Governo do Estado, ao Congresso de Gideões, evento este que aconteceu em Camboriú. A procuradora-geral adjunta, Cibelly Farias, pediu cópias de todos os documentos apresentados pela Associação Rádio Paz do Valle FM, que organiza o evento.

Resultado de imagem para Silas Malafaia Lava Jato

Conforme adiantou o colunista do Diário Catarinense Rafael Martini, somado o recurso do município — que diferentemente da verba estadual não é repassado diretamente à organização, mas investido pela própria prefeitura em infraestrutura — o evento receberá cerca de R$ 720 mil de dinheiro público.

Quanta generosidade do Governo Catarinense com à Igreja Assembléia de Deus. É difícil acreditar que o Congresso de Gideões tenha tanta importância de “virtude econômica” que justifique este saque nas contas públicas. Este calculo de R$ 720 mil de dinheiro público enviado para o progresso o Congresso de Gideões pede uma operação que cujo título deveria ser “Lava-Pés” e não “Lava-Jato”.

Senhores o Estado lavou os pés dos ditos gideões assembleianos! Falta explicar as razões de tantas concessões e complacências com o congresso dos empurrões pentecostais! Se acreditarmos que este montante de dinheiro público é por causa da marcha pela indústria ficamos loucos e cegos! Aproveitando, de acordo com a operação Lava Jato, o Governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), recebeu 2 milhões não contabilizados em sua campanha em 2010.

Atos políticos parecidos como este “Lava-Pés” se repetem no meio evangélico. Operações generosas de repasse com dinheiro público se espalham entre as missões evangélicas deste país. Complacências exorbitantes teleguiadas por políticos corruptos, chegam toda hora no meio gospel, atingindo em cheio eventos evangélicos de grande porte. Uma mala parecida como esta chegou nas mãos de Silas Malafaia em 2013, e o “Lava-Pés” da hora foi o prefeito Eduardo Pães (1,6 milhões). O ministério Público do Rio de Janeiro também abriu um inquérito para apurar este repasse, iniciativa esta que fez Silas Malafaia classificar a operação como uma “perseguição religiosa”.

A denúncia da MP estragou o cenário do rito por onde penetra a corrupção na Igreja, e Silas dos pés, pediu para lavar as mãos da delação da JBS (também!) “Fala Silas!”. Que razões teria o Governo do Rio investir tanto dinheiro assim na Marcha para Jesus? “Abaixa aqui para nos servir!” Eduardo Pães por que este gesto de solidariedade é um sinal de que dentro do Governo do Rio de Janeiro existem algumas pessoas que são muito humildes em servir aos outros com grandes doações! A piada: O Estado doando investimentos milionários dos cofres diretamente para o Reino de Deus em troca de nada.

Infelizmente o sentimento de Pátria e Religião cegou a sociedade cristã, o que os impedem de discernir agora o desespero de alguns pastores conhecidos. Os tais que agora andam gritando: “Orem pelo país!”. Acredito que a operação Lava Jato, aquela que nos trouxe o rito econômico do “Lava Pés”,  fez alguns líderes de igrejas estatais ir para o monte orar com a pretensão de não ir preso! Apagar o aspecto do desespero, do medo Cunha, de ouvir seu nome ser citado na lista dos pagamentos de propina em campanhas eleitorais, para isso levam o povo para as ruas de verde e amarelo para gritar por um novo regime. As igrejas de aluguel para políticos estão sem  sono, em constantes vigílias para não serem presos!

Outro episódio de condolências recentemente exposto pela “Lava Jato”, ou “Lava Pés”, foi o repasse de R$ 125 mil para Assembléia de Deus Ministério Madureira (Campinas/SP) feito por Júlio Camargo. Acredito que leitores também saibam de outros eventos de grande humildade com o dinheiro público envolvendo missões evangélicas!

O que foi descoberto pela “Lava Jato” é um quadro de corrupção sistêmica no Brasil cujo desdobramentos comprometem a vida e o ministério de muitos líderes no meio gospel. Á décadas criou-se esta forte concentração de organizações criminosas no meio cristão que usam igrejas como fachada para receber vantagens indevidas de políticos corruptos, como o foi o caso do Bispo Marcos Pereira, da Igreja Universal do Reino de Deus, atual ministro da indústria, Comércio Exterior e Serviços, que teria recebido propina da JBS (irmãos Batistas).

“Lava-Jato” trouxe para o meio gospel a operação Timóteo, operação Patmos, os irmãos Batista, a carne podre da JBS, o que poderia até parecer um pressagio de delações vindas do divino, isso se não conhecesse as Sagradas Escrituras!

A Lava Jato teve um papel importante, o de reforçar o quanto esta combinação “política e religião” é perversa e diabólica! Os sentimentos cosmopolitas, patrióticos, partidários, socialistas, monarquistas, teocráticos, que se transformaram em fortunas para bandidos cristãos e escândalo para o Evangelho. Mesmo que tudo seja um cumprimento do que foi predito pelo Cristo Ressurreto, dentro da visão escatológica, esperem!! Os espantalhos deste circo de apostasias seguirão a frente de suas multidões enlouquecidas com este discurso “salvem a pátria”, fazendo prosperar a infâmia de suas heresias, e o povo evangélico, ao encontro destes esforços explosivos “pátria e religião” com esperança de que virá um messias para salvar a República da corrupção e o Brasil do caos comunista.

Quanto as intenções deste texto, é fortalecer a residência dos que tem a fé no Senhor e Salvador Jesus, na sua vinda gloriosa,  pelejando sempre pela conservação do Evangelho encarnado, cujo anuncio revela que o padrão ministerial  está na face do Cristo!

Maranata Jesus está voltando!

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

“BATISTA DA LAGOINHA” A FESTA RAVE DOS EVANGÉLICOS!!!!

Se preparem para testemunhar uma catástrofe evangélica. O novo modo impiedoso da Igreja Batista da Logoinha de empregar a calamidade no ministério cristão “Next Fantasy” pode se tornar o terror de todos os tempos. A capacidade vil que deixou para trás a esfera mais alta de todas as maldades ou calamidades dantes cometidas contra a igreja pela teologia pós-moderna. Estamos frente ao progresso de um dos sonhos da chamada “apostasia solene” que conseguiu transformar a hipocrisia do tradicionalismo batista em anarquia cristã. Uma volta audaciosa de quem sabe, e vem violando de maneira brutal os métodos do Evangelho que veio com Cristo, o que fará acelerar ainda mais o fim daqueles que são ingênuos inconscientes nos últimos tempos!

Os instrumentos de serviço de um evangelista, cujo ações cristãs tinham por objetivo seguir o padrão promovido na vida de Cristo para a edificação da almas, intimamente ligado a Palavra Encarnada, infelizmente se reduziu por medidas cruéis de diversão e arte religiosa (Pão e o Circo). As muitas modalidades de apostasia nos fazem pensar que chegamos na impossibilidade de uma restauração (ferida incurável). Não por que Deus seja incapaz de restaurar estas coisas, mas por que o fim de uma sociedade que reivindica e emprega sansões econômicas, políticas, sociais, religiosas, para mudar os atributos comunicáveis de Deus, é a revolta organizada contra a autoridade do verdade Evangelho de Jesus Cristo.

O que vemos é uma mistura venenosa de Disneylândia com festa rave, com a química necessária de tecnologias, artistas e performáticos religiosos,  levando as vítimas do evangelicalismo ao delírio pela desobediência completa. Esta praga “deformação cristã” sente uma compulsão que reputa uma lealdade total ao caráter do anticristo. Uma mocidade cristã embrutecida pelo mundanismo que demonstra condições próprias e hábeis de fazer triunfar a desolação de todas as fraquezas. O êxito de uma obra evangélica deformada que aumenta o número de seus escravos, de suas igrejas, não com o brilho do poder do Salvador Jesus, mas com as engrenagens do mecanismo da sedução. Pessoas que nunca participariam de uma ministração da Palavra do Evangelho da Redenção, agora se interessam pelas igrejas contemporâneas pelo motivo das vantagens. E aqui está o êxito dos absurdos de toda corrupção evangélica que estamos testemunhando neste século, continuar fazendo multiplicar as opiniões contraditórias, as paixões, as modas, os hábitos culturais, as regras da vida social-comum, até que  homens se transformem em verdadeiros cabeçudos, não enxergando mais o caminho da salvação que foi aberto para todos pelo poder  das cruz de Jesus, o Cristo.

Maranata, Jesus está voltando!!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

“ANTICRISTO” O GOVERNO DAS SOMBRAS SOBRE JERUSALÉM

 

Resultado de imagem para resolução ONU Jerusalém Ordem MUndial

A resolução da ONU (UNESCO), o qual nega a ligação e o direito histórico do povo judeu sobre Jerusalém, como o Monte do templo e o Muro das Lamentações, atinge brutalmente não só os judeus, mas o fatos históricos e bíblicos. Esta resolução contraditória declara guerra, cria embaraços e derramará sangue!

É certo, que uma organização tão poderosa como a ONU, que surgiu da pretensa teoria “dos que governam pela necessidade da sobrevivência mundial”,  governe sobre as nações sem nunca ter sido eleita democraticamente?

A pior maldade que poderia existir sobre a humanidade é um governo que governa mesmo que o mundo resista suas intenções. Um poder instituído por uma dinastia de velhacos ricos, gente farta, sadia e forte, que sempre oprimiu de modo impiedoso a vida humana com guerras capitalistas, e agora descaradamente chega na tela da imprensa como se fossem libertadores do julgo desigual.

“A maior parte das questões nacionais, individuais, relativas ao comércio, estão estreitamente governadas, contabilizadas, rastreadas e dirigidas pelo poder internacional (ONU). E óbvio que nunca encontraremos repostas adequadas, sinceras, por parte destas comissões de Ordem Mundial única, sobre o engendramento desta política monolítica e sua expansão esmagadora. Da mesma forma que a população reduzida ao materialismo dispensa questionamentos sobre esta emancipação!

A piada da soberania universal, coroada sob o pretexto da solidariedade, que fez da fome crônica, da fraqueza, da miséria e do ódio mundial o capital dos seus direitos universais.”

Certamente Jerusalém, do ponto de vista literário, e arqueológico, é muito abençoada, com abundâncias de registros que marcam profundamente quatro séculos de história antes do Cristo se encarnar. Muito mais do que qualquer outra capital na terra, Jerusalém é a prova viva, com pilhas e pilhas de evidências, que podem traduzir sem sombra de dúvidas uma única coisa: as marcas profundas da história da Salvação do Deus único e do seu povo chamado “Israel”. Jerusalém, até Deus colocá-la aos pés do Cristo como foi predito, sempre será a cidade mais importante do mundo, dos tempos de Davi adiante do lugar da habitação de Deus, do cenário da morte e ressurreição de Cristo que se cumpriu, e do seu retorno de glória, quando a justiça for completa e absoluta no Reino celestial.

A história de Jerusalém de maneira nenhuma pode ser reescrita, por que seria necessário rasgar grande parte de toda história da raça humana. A Bíblia constitui-se a principal fonte para se reconstruir a história de Jerusalém, e sua relação com o povo judeu, inigualada a qualquer outra cidade deste mundo, ou da cidade antiga Oriente próximo. Suas palavras estão suplementadas por uma crescente torrente de dados arqueológicos e também, especialmente em seus períodos posteriores, por fontes literárias seculares contemporâneas.

Independentemente dos interesses religiosos sobre Jerusalém, o fato histórico julga estar acima de qualquer vontade ou capacidade humana. Acima de qualquer concessão ou força política. A resolução da UNESCO sobre os judeus e Jerusalém, insinua ignorância, como compreende um despotismo ousado e individualista. Destrói toda estabilidade, e a desordem aparecerá a cada passo que imprimir esta incoerência.

A motivação para uma resolução tão insana, é para certificar que as feras devoradoras no Oriente Médio “corporativas-financistas-estatais” não podem dormir à sombra de uma sociedade livre. Foram organizadas e instituídas para beber sangue humano no terror armado. Assegura que o tumor dominante do sistema globalista, que se alimenta de guerras e sofrimentos alheios, não pode parar de funcionar para a desestabilização mundial.

A ONU não se preocupou em julgar o principal argumento equivocado que levou os EUA e a Grã-Bretanha a invadir o Iraque há dez anos, de que Saddam Hussein possuía armas de destruição em massa. Uma guerra que resultou em massacres, montanhas de mortos, e mar de sangue, e deriva de informações falsas, invenções e mentiras! E depois disso ainda escutamos várias vezes alguém dizer: quem será o próximo?

Fica fácil para esta mesa redonda manobrar conflitos por meio de contradições, desencadeando mais atos patrióticos sobre o terrorismo, levando mais angustia, terror e insegurança, a fim de que o povo desmoralizado peça aos gritos uma solução imediata para os mais poderosos! Basta certificar antes de seus discursos,  que o coeficiente intelectual do povo mundial está tão baixo, tão baixo, que não perceberiam suas mentiras!!

“Jogam os cadáveres da qual são cúmplices, cavam suas tumbas, e depois choram pelos mortos como se sofressem. Tudo isso por que a verdade morreu, e não há quem que possa contestar suas ações de mentiras!”

Por isso Deus permite que a operação do erro se manifestasse, para que dêem crédito as mentiras, a fim de que sejam julgados todos os que não creram na verdade de Cristo, mas antes tiveram prazer na injustiça. (2 Tess 2.11,12).

Quanto à nós, crentes no Senhor Jesus Cristo, lutamos por uma Jerusalém celestial, onde reinará a justiça de Deus! Perto está este dia. Maranata, ora vem Senhor Jesus!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

SILAS MALAFAIA “A RAPOSA DA REPÚBLICA”

 

Silas Malafaia se apropria do instrumento da sorte para falar sobre suas convicções. Esta censitária da maçonaria insiste transformar vida cristã em vida pública, tornando-se senhor daqueles que em nome do “direito” querem remodelar a fé em vida própria. De uma refutação teológica manufaturada,  vicia evangélicos a terem o gosto pela especulação. Silas segue sua jornada ambiciosa transformando igrejas em arenas onde reinam as sessões parlamentares, reuniões administrativas, evangelicalismo partidário pelo discurso moralista. O pretenso “”direitos do povo”” que fez a igreja se curvar por miseráveis migalhas, enquanto seus inquisidores se enriquecem à custa maquina eleitoral! Silas não teria a conta de quantas vezes mudou de camisa partidária, ou removeu representes políticos com suas alegações, mesmo assim está seguro. Sabe que o povo não gosta de pensar, principalmente com a mente de Cristo, e no final de tudo irão jogar com o seu jogo sujo!
Certamente tudo poderia ser compreendido na face de Jesus, cujo prerrogativa messiânica nunca utilizou os meios políticos para cumprir sua designação ministerial. De maneira nenhuma dependeu da monarquia davídica, que era um fracasso desde o início, para realizar o propósito redentivo no tocante ao pecador. Assim também seguiu este padrão para os seus apóstolos, os mais próximos de sua obra impecável, que em planos vastos e claros, nunca trataram com princípios políticos os recursos sagrados da Salvação do Senhor. Muito mais fizeram os ministros de Cristo serem falastrões políticos, sindicalistas e papagaios de panfletagens!
Infelizmente me dou conta de que a corrupção no cristianismo não pode ser detida, até que se cumpra tudo o que foi predito por Cristo. Até lá, é necessário que seja manifesto estes ministrantes de ídolos: “os abutres são vistos onde tem carniça!” O povo recusa até os fatos concretos deste esquema, e obedecem cegamente esta doutrina baseada em cálculos (evangelho social). O caso de Eduardo Cunha, suspeito no envolvimento no esquema na Petrobrás, revelado na Lava-Jato, acusado de repassar dinheiro público para a Igreja Assembléia de Deus Ministério Madureira em Campinas (SP), que Silas tanto defendeu, é a prova da natureza desta disposição política. Inclua também a boa vontade deste cínico, quando leva a frente esta ideia de que luta pelos diretos do povo evangélico, incitando a paixão pela República cristã, e o único triunfo de sua doutrina dentro da história evangélica ecoa de acordos milionários dos partidos que apoiou! Quanta ingenuidade achar que todo este serviço é gratuito!

Fato. É completamente verdadeiro que a fé não se origine de imparcialidades como esta, por que ela vem da encarnação de Cristo, o que quer dizer: as verdades da fé são autoritativas na Igreja, e a Igreja deve concebê-las como a Palavra de Deus. O Evangelho não veio da Igreja, mas a Igreja do Evangelho. A autoridade evangélica não poderia repousar sobre o pronunciamento, ou determinação de ministérios, ou governos, mas do que Deus disse!! Se a autoridade for concebida no que “Deus disse” à sua Igreja, e tais discursos forem formulados e incorporados em afirmações que sinalizem o advento da Cruz do Senhor, do seu conteúdo, expressão, essência e forma [do que Deus disse], o objeto da nossa teologia será Cristo (fonte e propósito).

“Sempre guardando em mente os fatos de Deus nunca poderão ser discutidos com propósitos que estejam separados da revelação imanente de Cristo.”

A verdade e o valor da fé. Depende do conhecimento revelado por Deus, e a cópia do “Ser de Deus” é o que está sobre si mesmo e sua palavra. Sendo assim, a idéia de que a fé pressupõe qualidade moral, bons costumes, argumentação intelectual, postura autoritária, ética, fraseologias combinadas com regras sociais e arrazoados filosóficos, está possuída pelo diabo do ego e da arrogância deste mundo. Conhecemos Deus na face de Cristo, pela fé aqui na terra e pela visão na vida futura. A bênção disso tudo é sabermos que a verdade que detona a face de Cristo não se encarnou neste sistema, e continuaria constrangendo a periferia das teorias puramente pessoais, se viesse novamente da forma como veio!
O ministério cristão, de todos os tipos e manifestações deve seguir, em última instância, o ministério de Cristo. Desde o início se percebe qual foi a carreira pública de nosso Salvador Jesus. O que o fez ser reduzido em forma de “servo” pelo ministério redentor. O que o fez se revestir de forma de escravo (Fl 2.7) para todo o tipo de serviço em favor da salvação dos pecadores e da humanidade perdida, e isso lhe foi previsto pela sua própria morte e ressurreição (Mc10.45).

Este perfeito exemplo de serviço de humildade e abnegação torna-se por sua vez, a norma e o padrão para todos os seguidores de Cristo a quem ele chamou para partilhar de seu destino. (Jo12.26;At20.18-35;Rm12.1;2Cor3-7; Jo17.18;20.21).
Enquanto o mundo calcula a grandeza em escala de domínio e autoridade secular, a única grandeza que Cristo reconhece em seu reino é o serviço pelo Evangelho nas almas. Todo serviço legitimo está reputado a obra expiatória de Cristo e a igreja foi criada para realizar o seu propósito redentor no mundo. A Igreja não tem nenhum ministério seu, propriamente dito, pois recebeu seu ministério, e agora deve aprender com Ele o que deverá cumprir humanamente. Assumi a ação determinativa e pessoal de Cristo, que reside do Evangelho para a Igreja.

Silas é um operário deste governo eclesiástico que conduz a sociedade cristã para o fim da fé. Culpando-se não só do erro doutrinário e, ministerial, mas solopando o próprio alicerce da fé cristã para fazer os crentes serem cosmopolitas, até que se caracterize a obra final da corporificarão da maldade (besta), e governe com eles, e sobre eles (ONU), pelos mesmos pretensos “direito do povo” que os fará ceder quando a Pátria mundial chegar! O direito  reside na força ou a fé  vem da obediência?

 

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

“COVIL DAS RAPOSAS” O TEMPLO É VOTO!!!

Resultado de imagem para Dilma na igreja evangelica                   

Resultado de imagem para Dilma na igreja evangelica           Resultado de imagem para dilma  templo evangelica
“O ZELO DA TUA CASA ME CONSUMIRÁ” JO 2.17

A infalibilidade deste regime, que mergulha o cristianismo evangélico no terror e na perplexidade, só é possível por que a fraqueza e a corrupção do povo se superam. Enquanto o pensamento dos que se dizem cristãos, que proclamam uma fé sem consciência, se mantiver governada pela opinião da aristocracia cristã, a destruição tende a ser maior do que imaginávamos.

A liberdade que se transforma em morte de almas, criou um programa de interpretações nas Igrejas onde os acontecimentos escatológicos só podem ser vistos pelas pessoas através de um vidro colorido (otimismo superficial). A baixa do coeficiente intelectual da cristandade atual, tanto para as questões de fé, como de vida prática, é tão profunda, que nada mais se faz conforme o que está concernente aos ensinamentos do próprio Cristo. A falta desta percepção reflete a fraqueza do caráter, e sua obstinação irracional não os permite conhecer no que estão envolvidos!

Grande parte dos evangélicos não interpreta o “perigo eminente” na face da depravação moral e da irresponsabilidade espiritual que cerca a igrejas atual. No conceito evangélico o desastre vem por parte de quem procura sair do anonimato da fé e da cumplicidade com o mal. Aquele que expressar sua indignação como cristão poderá ser visto como um criminoso. O pensamento livre que se propor buscar a canonicidade de Jesus em suas reivindicações, refutar seriamente as contradições, e se inspirar nas garantias da veracidade de tudo quanto a Bíblia assevera, será julgado como um pervertido. Quanto mais pronunciarmos verdades do Evangelho para eles, e desempenharmos o papel legítimo de julgar toda iniciativa superficial e inconseqüente, mais seremos seus inimigos (Gl 4.16).

Uma das particularidades imbecis deste movimento escravo é o conceito de que a unção de Deus cai sobre a coroa dos reis da terra. Considerar pessoas reinantes como pura emanação da Vontade Divina é uma idéia pregressa, e estúpida. O velho habito “por mim governam os reis” fez nascer as decepções e os insucessos da Antiga Aliança, e rapidamente arruína as estruturas da educação cristã em nossos dias. Infelizmente este conceito desencadeou um regime, de instinto puramente animal , feito de conselheiros designados a transformar igrejas em máquinas estatais. O templo é voto.

Neste ano de eleições 2016 aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador de todas as capitais brasileiras são identificados com uma posição dentro da Igreja. Segundo a Revista Veja, dos 250 candidatos evangélicos, 195 são pastores, 33 missionários, 14 bispos, sete apóstolos, e um presbítero. Segundo o IBGE o número de candidatos identificados com igreja no segmento evangélico cresceu 61% no país. Como justificar e explicar isso na profundidade do que se cumpre em Jesus Cristo?

O primeiro ato formal da obra pública de Jesus, que realizou como sinal para a Nação Israelita de que era o Messias (pois era esperado, conforme Ml3.1-3), foi desafiar abertamente e totalmente os líderes religiosos de sua época, cujo antagonismo foi imediatamente despertado com fúria política. O Cristo nunca se importou em respeitar a eleita pelo Evangelho “assembléia de bandidos”, muito menos, a posição extremamente subordinada, silenciosamente amedrontada do povo judeu.

Assim ele começou seu ministério e assim o encerrou. Proclamando a verdade sobre o templo de Deus, que se transformara em mascara de esterilidade espiritual de Israel e, logo deveria seria destruído, pois sua terrível contaminação o tornava impróprio para continuar em existência. As implicações messiânicas de seu ministério convocava a Nação de Israel ao arrependimento, o surgimento de uma ordem existente Nele que seria reformada, e o templo passou a ser a congregação escatológica de sua obra expiatória, o Messias (Mt 18.20;Jo 14.23).

Esta conclusão, o apelo do Salvador aos judeus, a acusação assacada de manter o controle e desocupar o pátio do Templo deste mercado religioso, a posição endurecida e irreformável dos líderes religiosos que reputaram como indigna a presença divina do Filho de Deus, terminou em julgamento e condenação para o Santo.

Vejo nesta ação interventora, gravadas dentro história pela obra de Nosso Salvador e Senhor Jesus Cristo, a expressão mais pura do nosso ofício. A constituição de um padrão ministerial que estampa sobre a corrupção eclesiástica os sinais da verdadeira Fé. As marcas da personalidade deste Deus que confessamos, que revelou o Cristo que devemos adorar, a experiência devocional que nos traz a vida, a noção da Palavra que não pode se perder de vista com o tempo. Quando este Pastor e Bispo estiver dentro de nossas almas, saberemos que denunciar a mentira, a violência contra os princípios da fé, a injustiça e a obstinação dos infiéis, é um dever de todo cristão, e um tributo de louvor e reconhecimento ao Salvador.

Quem suportará o dia da sua visitação, e quem poderá subsistir quando Ele aparecer? Por que ele é fogo de ouvires e como sabão de lavadeiros! Ml 3.2

Maranata, Jesus está voltando!

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

*ONU* TOTALITARISMO EDUCACIONAL

 

Segundo o Jornal Tagesanzeiger , o governo Suíço lançou uma campanha de educação sobre a AIDS que expõe menores [4 a 17 anos de idade] a cenas de sexo explícito dentro do ambiente escolar desde de 2014. Segundo o Jornal os pais de 35 crianças estão recorrendo ao tribunal Administrativo Federal por não concordarem com o conteúdo. O filme produzido pelo ministério de Saúde da Suíça, que se chama “Love Live”, mostra maneiras como se contrai a doença, contudo as imagens mostram casais praticando atos sexuais. Tanto homo quanto heterossexuais aparecem nus na tela.

A Suécia está entre as sociedades mais liberais da Europa, e o mais assustador é que estes institutos destruidores ganham posto de modelo da esquerda mais democrática no mundo (a intervenção estatal na educação dos filhos destes pais contrariados, faz parte de uma democracia ou do totalitarismo?).

Por outro lado, a Suécia não é o único país à assumir esta política astuta de educação sexual totalitária, no poder de destruir crianças com uma devassidão precoce. Impelindo professores à esforçar seus alunos terem boa vontade com a sacanagem. A coordenação deste processo pedagógico é um projeto que está acima de qualquer soberania nacional. O avanço destes conteúdos perversos no espaço social – escolas, igrejas, trabalho, mídia – resulta de uma sistematização internacional (ONU). Todo o consentimento destas medidas de propósito nacional é assinado em reuniões fechadas dentro da “Casa da Ordem Mundial”. Tudo acontece antes de ser divulgado publicamente.

Sendo assim a tarja desta sacanagem na política pública mundial, tecnicamente leva o título de “política internacional do desenvolvimento curricular da educação sexual”. Siga o título e certamente lhe será apresentado esse cenário, uma tropa de comissões, lideranças, organizações não governamentais com soberania nacional. Um Super-governo Global desenhando o futuro do sistema educacional no que tange esta dimensão: formação humana sexual e reprodutiva.

ONU – UNESCO – UNICEF

Estas instituições atuam dentro dos governos existentes, com direitos individuais, gente que não foi eleita pelo povo democraticamente, mas está no poder! Um efetivo de sociedades internacionais cujo capacidade política fala mais alto do que todos os Estados. Em nome da “preocupação” e da “necessidade” da saúde sexual e reprodutiva de nossas crianças e, jovens, sequestram o direito dos Pais de educar seus filhos de acordo com sua própria consciência, ou tradição, para impor uma homogeneização da opinião sexual.

A UNESCO foi criada pela ONU com o objetivo expresso de destruir o sistema educativo privado. A sociedade ideal que eles esperam alcançar no futuro é aquela que os filhos são separados das famílias e educados pelo Estado pederasta, em centros que eles podem promover cidadania homossexual. O Estado até paga uma quantia estipulada para os pais deixarem os filhos à mercê dos meios de comunicação do mundo (imprensa mundial).

Esta legião de engenheiros sociais do comportamento humano (escolas, sindicatos, professores, educadores), especializados em ensinar atividade homossexual para vulneráveis, estão certos de que são invisíveis, por que conseguiram baixar o coeficiente intelectual da população. Por meio deste processo de normalização de perversidades, o que chamam de “fundamental” aqui no Brasil, forma-se nova geração feita de sodomitas e ateus dentro da visão positiva da liberdade (aberração). A vantagem de se vender demagogias é que a sociedade está desmoralizada demais para perceber que está sendo explorada e dominada!

O processo da desmoralização divulgada pela ONU no formato de “currículo sexual” é feito com características multidisciplinares cujo objetivo é programar, adaptar e avançar seu público-alvo para um território de perversidades onde o retorno é irreversível. Dentro de pouco tempo, a desordem moral que testemunhamos aqui no Brasil, resultado destes tópicos de aprendizagem de gênero e sexualidade, virá de toda parte do mundo, no mais alto grau da barbárie. De modo que o justo, o bom e o normal se transforme num fator de discórdia para a suposta igualdade de gêneros!

A garantia do direito internacional é transformar todo tipo de corrupção numa máquina de governabilidades para o anticristo. A subversão é um caminho para o Estado totalitário mundial que está previsto nas Escrituras Sagradas. Enquanto divertem suas vítimas com o liberalismo, tiram vantagens e faturam em cima de todos eles! É a verdade da Suíça, do Brasil, como de todo o mundo globalizado. Quanto mais contaminados pela infecção das idéias imorais, mamais fica fácil burlar a capacidade de seus julgamentos morais.

E logo virá os apelos sentimentalistas, seja pela instrumentalização do poder de um novo regime, da aprovação de novas leis que dêem privilégio a militância globalista, até que se chegue ao objetivo final que é a submissão absoluta da população. Acaba que o anticristo será uma solução patológica a uma vida insegura, automatizada e desmoralizada (AP.13,17,18).

Aqui reside a fé daqueles que não se dobraram ao pecado deste mundo, por que aguardam a promessa do Reino perfeito, justo e cheio de Paz, que está em Jesus Cristo, e será manifesto na sua vinda gloriosa!

Maranata, Jesus está voltado!

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário