FOLIÕES DE CRISTO: MISSIONÁRIOS DO CARNAVAL

A iniciativa luciférica do momento, no mundo cristão, é produzir missionários de “Um Outro Evangelho” e publicar falsificações da fé como verdades do Cristo. Neste empenho, cujo agentes trabalham descaracterizados com roupagem-cristã, visa desenvolver no cristianismo atual uma formula secreta de sucesso ministerial: o Jesus Travestido(Igreja é Sociedade). Na prática, este perfil “neo-liberalista” traz no discurso temas como: cooperação, desenvolvimento e revolução e uma indagação: como é possível que uma visão de mundo conservadora gere um política progressista? Para estes agentes da filosofia luciferiana, a Igreja cristã precisa buscar um “Novo Rosto” para a sua missão – sem o carisma da unidade, sem respaldo institucional e popular a Igreja cristã sofre esvaziamentos e não pode contar com um bom grupo de colaboradores ou fiéis. Tendo como paradigmas a evangelização, fundamentalismo e conscientização ela perde. Este esquema de sociabilização da fé(relaxamento do discurso-pastoral), cujo raízes estão na Igreja-estatal, canaliza conceitos por meio de Assembléias Gerais, comissões de trabalho , Congressos, Conferências e até farra carnavalesca. Desde a década 1923 eles trabalham para a padronização do discurso e missão pastoral(reeducação cristã) em nível esmagador. Se quisermos ver a face deste diabo(Um Outro Evangelho)sempre devemos começar pelos pontos representativos(educadores).

“Os Jovens da JOCUM”

Não faz muito tempo, registramos por este blog como seria o delírio de uma apostata. A presidente da rica “JOCUM”, Bráulia Ribeiro, e mulher de Reinaldo Cazão Ribeiro(diretor da JOCUM de Porto Velho, Rondônia)deixando bem claro publicamente seu conceito pessoal sobre mobilizações cristãs que legislam doutrina de fé, acusando-os de mobilização “preconceituosa“ e “cruzada de ódio” – principalmente contra os movimentos gaysistas. O quanto a JOCUM vem investindo no dever de cumprir o “estatuto-social” e cronograma-ecumênico do Estado – enviando discípulos do Rio de Janeiro(Jovens com uma missão) para articular planejamento de dialética no caráter inter-religioso.

“Carnaval na JOCUM”

Nos dias 04 a 08 de março, os jovens cristãos do JOCUM foram em busca de mais de 1000 pessoas à Cristo em Salvador. No carnaval de Salvador, cidade que recebe mais de 1 milhão e 500 mil pessoas para o evento, um grupo de Jovens Cristãos(Jovens com uma Missão), JOCUM (Organização Missionária Evangelística) convocou um exército para fazer “evangelismo” no carnaval. A força pelo evangelho-social: saindo e abordando pessoas na rua, eles trazem as pessoas para seus standes abordando temas como família. Jorge Santos responsável pelo “Impacto de Carnaval” do Ministério de Evangelismo no JOCUM em Salvador estima que irão conseguir “converter” mais de 1000 pessoas. Segundo Jorge, são em torno de 400 missionários do JOCUM da região nordeste trabalhando como voluntários para o impacto “evangelístico“, juntamente com Igrejas locais.

Segundo Thiago o projeto de evangelismo consta de “redimir a cultura e não ir com a postura anti-carnaval… Queremos dar um significado novo ao carnaval… um significado bíblico.”

Um Novo Rosto para a Missão: a JOCUM e seus jovens-anfitriões querendo lançar um projeto de social de urbanização moral(sem postura anti-carnaval) e recriar um carnaval mais bíblico.

Bloco “ Sal da terra” e “Cara de Leão”

O missiologia-apostata está repleta de protagonistas. Outros já estariam aparelhados como “missionários do carnaval”, participando dos desfiles como bloco carnavalesco. Os tais estaria denominados como “Bloco Sal da Terra” em Salvador e “Cara de Leão” no Rio de Janeiro. O Cara de Leão, no Rio de Janeiro, formado há 20 anos pelo Pastor Ezequiel Teixeira, dirigente da Igreja Projeto Vida Nova. Ficou fácil encontrar evangélicos no carnaval, não só curtindo o “pula-pula“, mas dispondo de blocos próprios e até, em certos momentos, comandando a festa ao som de música gospel.

Uma vítima da apostasia da fé, o jogador Neymar, que não escondeu suas preferências e subiu no trio elétrico do grupo Leva Noiz para cantar um famoso axé. O jogador, que afirma ser evangélico da Igreja Batista Peniel, se vestiu a caráter e cantou toda a letra com o vocalista do grupo. Seus pais, que compartilham da mesma fé, estiveram junto a ele durante toda a folia(vai estar na santa ceia do domingo).

Outra que que caiu no modismo-evangélico e se diz fiel a Deus, à Claudia Leitte. A travestida “anjo de luz”falou sobre Deus em seu trio-elétrico e agradeceu ao Pai, em seguida pediu proteção para os foliões: “Vocês estão felizes? Peço que Deus os proteja. Vamos respeitar o próximo neste Carnaval. E que todos sejam bem-vindos!”, afirmou.

Mas mais do que palavras, dois solitários evangélicos levaram placas e Bíblias para o circuito Barra-Ondina. Em um calor de mais de 30ºC na sombra, os missionários tentavam convencer os foliões a lerem a Bíblia. Empunhando placas, a dupla de evangélicos mandou o recado: “Só Jesus tem as palavras de vida eterna” e “Não se engane. De Deus não se zomba”.

Um desses é André Geni, missionário e motorista de 31 anos, que diferente do que a maioria pode pensar, não pregava pelo fim do carnaval, mas sim que Deus estivesse na festa: “Queremos que as pessoas esqueçam a violência, as drogas e se lembrem de Deus. Podem brincar o Carnaval, mas Ele deve estar presente”, afirma.

 

O Xanddy, do Harmonia do Samba, é o destaque em bloco de homens vestidos de mulher.

Outro que a anos afirma ser da religião evangélica, Xanddy é vocalista do Harmonia do Samba e esposo da também evangélica Carla Perez que já levou hinos evangélicos para cantar em seu trio elétrico de axé.

Xanddy liderou o tradicional bloco “As Muquiranas” onde os homens devem estar vestidos de mulher para participar, o vocalista logicamente também participou da brincadeira. O tema deste ano foi sobre gueixas, famosas e antigas profissionais japonesas da arte da sedução. Cerca de 4,5 mil homens participaram do bloco.

“Vocês estão lindas! Estão bonitas demais. Vocês arrasaram”, disse Xanddy para o público e completou: “Agora, quem quer dançar grita ui”. Para o folião Humberto Neri é maravilhoso participar do bloco: “Vale a pena o sofrimento porque é uma sensação incrível desfilar aqui. Como são só homens, todos brincam, mas se respeitam” e o amigo Editon Silva completou brincando: “Neste bloco, levamos a sério a arte de seduzir”.

Concluímos….

Diante destes fatos, o que é mais importante? que deveis portar-vos(comportamento na semelhança da fé) dignamente(que mostra correção e integridade) conforme o evangelho(doutrina) de Cristo(Filipenses 1.27). Abstende-vos de toda a aparência(espécie) do mal.(1 Tess 5.22).Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé. (1 Timóteo 1.19).Guardando o mistério da fé numa consciência pura( 1 Timóteo 3.09).

 

 

 

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

10 respostas para FOLIÕES DE CRISTO: MISSIONÁRIOS DO CARNAVAL

  1. AIDA disse:

    Pastor Daniel: mais uma revelação que Deus lhe deu, aconteceu: a destruição de cidades do Japão. Houve, de fato, uma represa rompida (conforme o sr. postou no link revelações), em razão do terremoto ocorrido hoje (11.03.2011). Vejam:
    http://noticias.r7.com/internacional/noticias/represa-rompe-e-arrasta-casas-apos-terremoto-e-tsunami-no-japao-20110311.html

  2. Edlene Fragassi disse:

    Pastor Daniel que tal dar uma olhada no site http://www.saldaterra.art.br para ver o resultado do trabalho evangelístico realizado? Mais de 1.000 almas foram alcançadas para Jesus. Oh! Glória! Quanto vale uma vida para o senhor? Quanto vale uma vida para Jesus? Já sabemos que fomos TODOS comprados por preço de sangue, o sangue do Cordeiro, Jesus. As pessoas estão sedentas de Deus, mas “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?”(Romanos 10:14) Jesus disse: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”(Marcos 16:15) Onde estão as criaturas? Dentro das igrejas? Onde está o mundo? Dentro das igrejas? Que o espírito Santo de Deus nos dê discernimento da vontade de Deus. “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.” (I Timóteo 2:4) Que Deus nos abençõe e nos envolva em sua graça e missericórdia.

    • Minha cara Edilene Fragassi; Avaliamos, biblicamente, que a Salvação em Cristo Jesus não se fundamenta nesta aptidão religiosa(evangélico), em movimento de carismas(gospel) e ação congregacional(comunidades). A expectativa da fé em Cristo Jesus seria: Regeneração da água(arrependimento) e do espírito(alma), e por fim, plenamente conservados irrepreensíveis para o Dia do Senhor . Pensas como a teologia liberalista discursa: movimentos de arrastão-espiritual cujo destino de chegada seria a instituição mais próxima(igreja congressional) e não o Reino de Deus(Cristo). Quem ganhou as 1.000 almas, ganhou os dízimos, ofertas e público aos Domingos! Eles se vestem de palhaços para fazerem os outros rirem e dizer no final: ganhei um riso para Jesus! Travestidos do humanismo e social-filosofia enchem Igrejas como palestrantes alcançam multidões – mas, Jesus afirma que o caminho da Salvação é apertado e a porta que conduz ao Reino de Deus é estreita e poucos a encontrarão: “Esforçai para entrar por ela, pois muitos irão tentar, mas não vão conseguir”. Deixe Jesus falar no evangelho “sem mascara”, e vamos ver a quantidade de pessoas que irá conseguir arrastar para sua Igreja-Filosofal: “Voz do Deserto, preparai o caminho do Senhor e endireitai as suas veredas: O Reino de Deus está próximo, arrependei-vos pois por que é chegado o Reino do céu.

  3. Ronaldo Magalhães disse:

    MARANATA, Pr. Daniel !! Já não sabemos mais como lidar com tamanha massa “evangélica”, que proclama mentiras como se fossem verdades! A iniquidade e o mundanismo tomaram conta das igrejas, e o padrão anti-bíblico delas é a “verdade” para os seus membros, que andam cego quanto à doutrina de Santificação dos fiéis ao Senhor.
    Pastor, concordo em gênero, número e grau com tudo aqui exposto, e de fato admito que o ministério Cenáculo da Fé tem contribuído muito para minha edificação e crescimento espiritual, ao longo destes anos que tenho-vos acompanhado. Porém, gostaria de saber do senhor como devemos interpretar o texto em em Marcos 9: 39 a 40 ante aos MILAGREIROS EVANGÉLICOS, que os realizam em o nome de Jesus ??? : “Mas Jesus respondeu: Não lho proibais; porque não há ninguém que faça milagre em meu nome e logo depois possa falar mal de mim, pois quem não é contra nós, é por nós.” COMO PODE POIS ESTES MILAGREIROS que enchem as igrejas e os realizam, em o nome de Jesus, terem o espírito do Anti Cristo, sendo essa declaração do nosso Senhor tão claraMARANATA, Pr. Daniel !! Já não sabemos mais como lidar com tamanha massa “evangélica”, que proclama mentiras como se fossem verdades! A iniquidade e o mundanismo tomaram conta das igrejas, e o padrão anti-bíblico delas é a “verdade” para os seus membros, que andam cego quanto à doutrina de Santificação dos fiéis ao Senhor.
    Pastor, concordo em gênero, número e grau com tudo aqui exposto, e de fato admito que o ministério Cenáculo da Fé tem contribuído muito para minha edificação e crescimento espiritual, ao longo destes anos que tenho-vos acompanhado. Porém, gostaria de saber do senhor como devemos interpretar o texto em em Marcos 9: 39 a 40 ante aos MILAGREIROS EVANGÉLICOS, que os realizam em o nome de Jesus ??? : “Mas Jesus respondeu: Não lho proibais; porque não há ninguém que faça milagre em meu nome e logo depois possa falar mal de mim, pois quem não é contra nós, é por nós.” COMO PODE POIS ESTES MILAGREIROS que enchem as igrejas e os realizam, em o nome de Jesus, terem o espírito do Anti Cristo, sendo esta declaração de Jesus tão clara?? Sei que muitos que realizam milagres em nome de Jesus nAquele Dia irão perder-se, por amarem a iniquidade, como o Senhor disse, porém esse texto de Marcos afirma não ser contra Ele … Por favor, me ajude a entender!
    Forte abraço , e que o Senhor permaneça lhe dando fortalecimento e sabedoria!!

  4. Pingback: JOCUM: “PASTOR AMEAÇA CRISTÃOS QUE NÃO SE ALISTAM AO MOVIMENTO DA FULIA CARNAVALESCA” | Pr. Daniel Batista – Igreja Cenáculo da Fé

  5. André J. F. disse:

    A paz do senhor Jesus Pr. Daniel, realmente é de assustar os acontecimentos atuais, e as coisas vão piorar cada vez mais, como esses hipócritas podem dizer que são ” servos de Deus” ? mas é o cumprimento das escrituras, apostasia total, mas eles se esquecem que ” Deus não se deixa escarnecer ” , que Deus te abençoe muito e que tu continue com essa coragem de pregar contra o pecado.

  6. AMARAL disse:

    PREZADO PR DANIEL!
    Confesso que lamento os comentários infelizes que o Sr fez em relação ao trabalho evangelístico de IMPACTO DE CARNAVAL, realizado pelo grupo “Sal da Terra”. Trabalho este, realizado por cristãos apaixonados pela obra de Deus, os quais resolveram não se retirar da cidade nesse período do carnaval para os retiros espirituais (nada contra os retiros), para exercerem seus chamados de semeadores da Palavra de Deus.
    Não estou aqui, defendendo os outros grupos citados pelo Sr, pois não me cabe julgá-los e acredito que eles mesmos é que deveriam fazer, se assim quisessem.
    Eu participo do “Sal da Terra” e posso garantir que o propósito é levar a verdadeira mensagem do evangelho aos perdidos. Àqueles que buscam no carnaval, alegria, paz, fuga dos seus problemas, utilizando as drogas, prostituição, o álcool e todas as coisas que o diabo uza, para tragar e destruir as vidas das pessoas. É preciso ter coragem e acima de tudo, amor pelos perdidos, para se expor em nome do evangelho de Cristo.
    O fato de utilizarmos uma roupa contextualizada com a época (abadá), instrumentos de percussão, grupos de teatro, dança, drama, etc , são extratégias para atingirmos o objetivo dado por Jesus; o ide (Mt 28:19).
    GOSTARIA DE LEMBRAR-LHE DE ALGUMAS PASSAGENS BÍBLICAS FUNDAMENTAIS PARA A NOSSA EXISTÊNCIA COMO CRISTÃOS:
    – (Prov 11:30) “O fruto do justo é árvore de vida e o que ganha almas sábio é.” ;
    – (I Co 09:19-22) “Porque, sendo livres para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivera sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.”
    Pode lhe parecer estranho esse trabalho, mas asseguro-lhe que ele é feito com muita seriedade sob a orientação e direção de Deus.
    Portando, sugiro que o Sr. Se informe melhor sobre esse trabalho realizado há mais de uma década e que tem alcançado muitas pessoas para cristo. Muitas delas em diversas Igrejas desta cidade, deste estado, do Brasil e de diversos paízes. Quem sabe, poderá até mesmo no meio das suas ovelhas existir pessoas que tiveram conhecimento do evangelho da salvação através do Sal da Terra.
    Deus não se limita e nós precisamos, sem perder a essência da santidade, estar abertos para rompermos com barreiras e preconceitos que nos impedem de enxergar grandes possibilidades e oportunidades.
    Antes de criticarmos algo, devemos ter conhecimento de causa, para não cometermos erros que possam causar consequências para nós mesmos.

    • Caro Amaral; Trabalho evangelístico na concepção bíblia, pelo contato público, leva consigo identidade cristã (Pregação). Este movimento infeliz denominado “sal da terra” é de perfil pacifista, ecumênico e ambiental (institucional filosófico e filantrópico). Gostaria de lembrar algumas declarações da presidente da milionária JOCUM, Bráulia Ribeiro, e mulher de Reinaldo Cazão Ribeiro (diretor da JOCUM de Porto Velho, Rondônia) pelo site “direito nosso de cada dia”, dedicado a consultorias e soluções jurídicas para Igrejas evangélicas, deixou bem claro publicamente, pela Revista Eclésia, o conceito pessoal sobre mobilizações cristãs que legislam a doutrina da fé-cristã. Chegou acusar a mobilização bíblica, principalmente contra a agenda gay, de “cruzada de ódio e preconceito” e afirma: “não quero o direito de ser homofóbica”.
      Bráulia Ribeiro: “Não é nosso papel legislar moral”.

      Bráulia Ribeiro: “Deus não presumiu que por haver um ideal, estaríamos todos compelidos a ele”.

      Bráulia Ribeiro: “A Bíblia dá mais ênfase ao adultério, do que às perversões, defendendo os limites da família com veemência. Nós cristãos não damos ao adultério a mesma importância, justificamos, entendemos, e até ‘defendemos’ adultérios em nome da felicidade pessoal e em nome do mero hedonismo que tempera nossa religião com o mesmo sabor do mundo”.

      Bráulia Ribeiro: “Numa sociedade que vive princípios bíblicos esta responsabilidade [de legitimar casamentos] é da família. É no domínio das famílias que se legitima, e fortalece a união de dois jovens, a formação de uma nova família. Vemos casamentos na Bíblia, mas nem um casamento feito ou legitimado pela igreja ou pelo estado”.

      Bráulia Ribeiro: “Se o Estado acha por bem legitimar a união homossexual e a população do país concorda, não há nada que podemos fazer como cristãos”.

      Bráulia Ribeiro: “Muitos evangélicos estão numa expectativa de uma espécie de ‘xaria’ cristã onde a moralidade cristã seria reforçada pelo estado. Além de ser injusta e absurda esta ‘xaria’ não mudaria o coração dos homens que só é definitivamente mudado de dentro pra fora”.

      Bráulia Ribeiro: “Temos o dever cristão de lutar contra a homofobia… A voz anti-homofobia deveria ter sido ouvida primeiro da nossa boca… Se tivéssemos liderado esta luta é provável que não teríamos que viver hoje o desconforto da imposição da agenda homossexual como estamos vivendo. Teríamos nos aliado a eles pelo amor de Cristo, e não nos levantado contra eles numa cruzada de ódio e preconceito…”

      Para a excelentíssima Bráulia Riberiro, o papel da Igreja não é legislar moral, e sim, trabalhar pela harmonia-filosofal no mundo das diversidades. A JOCUM sabe fazer ecumenismo e filosofia social. Trabalho evangelístico?Não. No dia 19/11/2010 menciona-se em vosso site um encontro pelo diálogo inter-religioso, cujo título é “Jovens com uma missão” que é a porcaria que vc acaba de defender e diz fazer parte.

      Quem está precisando se informar é a vossa senhoria, inclusive rever conceito de missão evangelística e mobilização social pela salvação das almas. Esta “estratégia” é de fim político e impregatícil. O nosso Senhor Jesus Cristo foi crucificado por declarar os anceios e vontades do Reino Celestial sobre o contraditório e comum. O fim da Igreja Neotestamentária não foi diferente em sua experiência cristã e apostólica, sendo feitos espetáculo de horror para o mundo e tragados pela maldito sistema romano que confiscou a prerrogativa cristã e banalizou o cristianismo real(Igreja Católica). O mesmo que a JOCUM e demais filosofos e socialitas estão representando. Caso responda ao meu argumento, não me venha com articulações e sim com um parecer frente o que a JOCUM anda fazendo com o cristianismo, começando pelos apoios políticos ao PT que alicerça o banditismo e a cambada guerrilheria nas fronteiras deste país.

      • Edlene Fragassi disse:

        Misericórdia Jesus! “E, se alguém cuida saber alguma coisa, ainda não sabe como convém saber.” (I Coríntios 8.2)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s