R.R.Soares idealiza “dízimo” no cartão débito automático

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“R” de rato e “S” de sapo – insígnias estas que caem como luva para o perfil “apologista” de Romildo Ribeiro Soares(Igrejas Internacional da Graça de Deus). Quando se trata de arrecadação, impressiona como estes apostatas inovam e são criativos. Este indivíduo acaba de lançar uma nova modalidade de coleta de dízimo: débito automático em conta-corrente. Segundo Soares divulgou em seu programa na Band, o membro da igreja poderá fazer suas doações mensalmente de forma mais prática. Para isso o fiel deve preencher um cadastro nos sites da igreja e passar seus dados bancários. O doador, afirma Soares, decide quanto quer doar. Quem se cadastrar, diz ele, ganha “um brinde de Jesus”, sem dizer o que é.

Sistema de Franquias

A informatização do dizimo é um detalhe. O preocupante no movimento apostata é o tamanho do buraco que estes escândalos criaram. Estes ministérios não podem mais ser vistos como Igreja. Por trás de toda esta roupagem de organização e sofisticação eclesial existe uma empresa em atividade. Toda esta infra-estrutura, que leva a aparência de templo-cristão, só existe para gerar capital de giro(investimento produtivo). Aqui estamos nós diante do terror. Este fenômeno “mercado organizado da fé” vem atraindo acionistas e investidores em busca do dinheiro fácil. O segredo de todo este sucesso-empresarial no mercado religioso, como o do Soares e outros, foi fazer a marca “Igreja Internacional da Graça de Deus” transmitir confiança: lucro certo que todo investidor procura. A razão principal da expansão de muitos ministérios estaria vindo do sistema de franquias. Trata-se de vendagens de licença, onde o líder evangélico passa ser o “franqueador” (detentor da marca) propondo ceder ao investidores “franqueados” a autorização para explorar sua marca sob a forma de royalties. Eventualmente, o “franqueador” passa a fornecer ao “franqueado” uma estrutura física(Igreja) com toda administração pronta para garantir ganho rápido. Neste caso, o que investe não precisa fazer nada, a não ser, esperar com paciência os envelopes no final do culto. O mesmo teria a sua disposição toda uma corporação de pastores, obreiros, presbíteros, diáconos e cantores como seus funcionários. Ambos fornecidos e disciplinados pelo mentor. A garantia do lucro é a etiqueta “logo-marca” desta empresa: o cara do autdoor. O fashion design da Igreja que todos estão acostumados assisti-lo pela televisão em horários nobres. Enquanto muitos acreditam no “milagre” da multiplicação, a razão por conseguirem ter suas igrejas abertas em cada esquina deste mundo, o segredo seria a visão comercial do auto-serviço – empregada por meio de franquias.

Todo mundo ganhando com este tipo de mercado da fé. Redes de comunicação como Record, Bandeirantes e RedeTV estão realizados – nunca viram tanto dinheiro santo cair do céu. O SBT, aos trancos e barrancos, pensa em reverter a tragédia-financeira com um destes bonecos de cera – as vertentes do movimento Neopentecostalista. Quem será a cobertura pastoral escolhida por Silvo Santos e pelo Ratão?

Concluímos….

A massa desesperada com a impressão de estar em um culto religioso-sagrado ministrado por pessoas espirituais. Acreditando que estes ícones do movimento evangélico estão sustentados a base de fé e oração(pelo vínculo empregatício). O que estas vítimas não puderam perceber é a química deste processo de crescimento – todo este aparato administrado por lobos devoradores. Um cenário-religioso montado para dar show. Idealizado por profissionais empenhados a enganar e chorar como artistas. Estrategistas, que utilizam-se do discurso técnico para esconder o quanto são vazios de Cristo. Pelas palavras lisonjas buscam sua presa. Senhores, eles estão endividando pessoas com o Reino de Deus ao invés de libertá-las do que ainda estão retidas. Induzindo-as a fazer “voto” parcelado com Deus(sacrifício suicida). Estes agenciadores de satanás estão dispostos a continuar a jogar o nome de Jesus e a Igreja na lama enquanto não conseguirem o que querem. Socorram os enganados e as vítimas desta assolação espiritual.

Estamos convencidos desta situação. A maioria da cristandade ainda iludida e conformada com a propaganda: estamos na melhor fase da Igreja na terra. Mesmo assim permaneceremos inquietos. Falaremos abertamente destes acontecimentos, pois estes sinais evidenciam que a volta de Jesus está próxima como o arrebatamento da Igreja. Estejamos em Cristo(sentido). Toquemos a trombeta da justiça de Deus e deixemos que este som incomode o sistema corrupto e anticristão desta terra. Conservemos a fé, o amor e a esperança em Jesus até o dia que Ele venha: maranata!

Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/924696-na-tv-pastor-inova-e-cria-o-dizimo-no-debito-automatico.shtml

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

10 respostas para R.R.Soares idealiza “dízimo” no cartão débito automático

  1. Renata disse:

    Não é de se impressionar com esses tipos que aparecem por ai, dizendo ser ministros de Deus….
    Com os fins dos tempos é fácil achar quem se deixa levar por tais firúlas.
    Dou grças á DEUS por ter conhecimento da vontade de satanás com o seu governo mundial.

  2. Jeferson Rangel disse:

    Maranata aos que são membros do corpo de Cristo e não da atual Laodiceia. A grande verdade é: daqui pra frente nada mais assustará ou irá incomodar os “evangelicos”, essa classe de pessoas que são inimigos da cruz de Cristo, seguindo seu proprio ventre, pois não é dado a eles o verdadeiro valor da fé cristã. A tristeza? O recuo de muitos que se dizem cristaos em denunciar toda essa apostasia. A alegria? Os sinais cada dia mais nitidos para nos encontrarmos com o noivo. Qual noiva Ele (O noivo) espera? A adúltera manchada com a iniquidade ou a santa, sem ruga, sem macula, virgem preparada que clama: Ora VEm Senhor Jesus!!??
    Maranata aos que tem seus coraçoes cativos aos tesouros celestiais.

  3. Ana Patrícia Matos disse:

    De fato a concorrência salta aos olhos. De todo lado há alguém clamando: Eis aqui o Cristo, na minha igreja, na minha denominação, no meu credo. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato a apostasia é impressionante. Muitos dos seus discípulos o abandonam. Entram pela porta da frente e saem pela porta de trás. Todavia, não perca Jesus de vista!

    De fato há muitos hipócritas dentro da igreja. Eles desfiguram o rosto para parecer que jejuam, dizem uma coisa e fazem outra, mostram-se belos por fora e escondem a sujeira interior. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato há igrejas cristãs se transformando em empresas, em clube de serviço, em ponto de encontro, em salão de festa, em restaurante, em lugar de fofoca. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato há pastores que negam a divindade de Jesus, o nascimento virginal de Jesus, a morte expiatória de Jesus, os milagres de Jesus e a ressurreição de Jesus. Todavia não perca o verdadeiro Jesus de vista!

    De fato os arrogantes falam alto, os soberbos prosperam, os perversos parecem escapar da ira de Deus, a maldade se espalha e o temor de Deus desaparece. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato os mais fortes oprimem os mais fracos. O interesse econômico anda atrás de quase tudo. Aquele que protesta contra a exploração ou o desperdício não o faz com honestidade. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato os escândalos estão aí: mentira, fraude, suborno, intriga, amor ao dinheiro, dois pesos e duas medidas, aparência de piedade e ortodoxia via violência. São inevitáveis. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato o mundo inteiro jaz no maligno. Ninguém se entende. A paz é impossível. Todo mundo está se armando. Homens e mulheres não conseguem viver separados nem juntos. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato o diabo anda solto. Ele se transforma em anjo de luz e engana a muitos. Ele ainda seduz, mente e ruge como leão. Põe loucura no coração do homem e lhe faz propostas absurdas. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato os meios de comunicação alimentam a pecaminosidade latente, derrubam os padrões de comportamento, apresentam mentiras e divertem com sexo e violência. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal e o cão vira- se para o seu próprio vômito. Aqueles que uma vez foram iluminados e provaram o dom celestial e se tornaram participantes do Espírito Santo, caíram e não têm possibilidade de começar tudo de novo. Todavia não perca Jesus de vista!

    Não perca Jesus de vista porque Ele é de fato o Cristo, o Filho do Deus vivo. Não perca Jesus de vista porque Ele tem de fato toda autoridade no céu e na terra. Não perca Jesus de vista porque Ele é de fato a ressurreição e a vida.

    Não perca Jesus de vista porque, depois de ter feito a purificação dos pecados, Ele Se apresentou de fato vivo e assentou-Se de fato à direita da Majestade nas alturas, de onde de fato há de voltar para julgar os vivos e os mortos.

    Não perca Jesus de vista porque Ele é o único que de fato pode abrir os sete selos e dar seqüência à história.

    Não perca Jesus de vista porque Ele de fato está colocando sob Seus pés todos os inimigos e o último inimigo a ser vencido é a morte.

    Não perca Jesus de vista porque Ele de fato aparecerá segunda vez em poder e glória. Não perca Jesus de vista porque de fato Ele reinará por séculos que tombam sobre séculos numa eterna sucessão.

    Não perca Jesus de vista porque de fato não há outro nome no céu, na terra e debaixo da terra, no qual você pode confiar sem nenhuma margem de erro

    “Corramos com perseverança a corrida que nos está proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé’ (Hb 12 1-2 NVI)

    De fato a concorrência salta aos olhos. De todo lado há alguém clamando: Eis aqui o Cristo, na minha igreja, na minha denominação, no meu credo. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato a apostasia é impressionante. Muitos dos seus discípulos o abandonam. Entram pela porta da frente e saem pela porta de trás. Todavia, não perca Jesus de vista!

    De fato há muitos hipócritas dentro da igreja. Eles desfiguram o rosto para parecer que jejuam, dizem uma coisa e fazem outra, mostram-se belos por fora e escondem a sujeira interior. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato há igrejas cristãs se transformando em empresas, em clube de serviço, em ponto de encontro, em salão de festa, em restaurante, em lugar de fofoca. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato há pastores que negam a divindade de Jesus, o nascimento virginal de Jesus, a morte expiatória de Jesus, os milagres de Jesus e a ressurreição de Jesus. Todavia não perca o verdadeiro Jesus de vista!

    De fato os arrogantes falam alto, os soberbos prosperam, os perversos parecem escapar da ira de Deus, a maldade se espalha e o temor de Deus desaparece. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato os mais fortes oprimem os mais fracos. O interesse econômico anda atrás de quase tudo. Aquele que protesta contra a exploração ou o desperdício não o faz com honestidade. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato os escândalos estão aí: mentira, fraude, suborno, intriga, amor ao dinheiro, dois pesos e duas medidas, aparência de piedade e ortodoxia via violência. São inevitáveis. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato o mundo inteiro jaz no maligno. Ninguém se entende. A paz é impossível. Todo mundo está se armando. Homens e mulheres não conseguem viver separados nem juntos. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato o diabo anda solto. Ele se transforma em anjo de luz e engana a muitos. Ele ainda seduz, mente e ruge como leão. Põe loucura no coração do homem e lhe faz propostas absurdas. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato os meios de comunicação alimentam a pecaminosidade latente, derrubam os padrões de comportamento, apresentam mentiras e divertem com sexo e violência. Todavia não perca Jesus de vista!

    De fato a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal e o cão vira- se para o seu próprio vômito. Aqueles que uma vez foram iluminados e provaram o dom celestial e se tornaram participantes do Espírito Santo, caíram e não têm possibilidade de começar tudo de novo. Todavia não perca Jesus de vista!

    Não perca Jesus de vista porque Ele é de fato o Cristo, o Filho do Deus vivo. Não perca Jesus de vista porque Ele tem de fato toda autoridade no céu e na terra. Não perca Jesus de vista porque Ele é de fato a ressurreição e a vida.

    Não perca Jesus de vista porque, depois de ter feito a purificação dos pecados, Ele SSe apresentou de fato vivo e assentou-Se de fato à direita da Majestade nas alturas, de onde de fato há de voltar para julgar os vivos e os mortos.

    Não perca Jesus de vista porque Ele é o único que de fato pode abrir os sete selos e dar seqüência à história.

    Não perca Jesus de vista porque Ele de fato está colocando sob Seus pés todos os inimigos e o último inimigo a ser vencido é a morte.

    Não perca Jesus de vista porque Ele de fato aparecerá segunda vez em poder e glória. Não perca Jesus de vista porque de fato Ele reinará por séculos que tombam sobre séculos numa eterna sucessão.

    Não perca Jesus de vista porque de fato não há outro nome no céu, na terra e debaixo da terra, no qual você pode confiar sem nenhuma margem de erro

  4. JORGEVPS1@YAHOO.COM.BR disse:

    Maranata, Pastor Daniel Batista

    A Paz de Jesus Cristo, a grande parte da cristandade ainda continua iludida e conformada com a propaganda: estamos na melhor fase da Igreja na terra como o Senhor cita porque não querem largar a facilidade. Você apenas dá dízimos, ofertas e pronto. Não levando em conta que há uma vida após a morte: inferno ou céus. E, quanto a essa figuraça aí em cima, não é apenas Ele. Tem mais gente: Macedo, Malafaia, Valdemiro, Estevan Hernandes, Ludmila Ferber e outros. Vamos ver até aonde esse Ungidos irão pregar. Eis que estou a porta e bato – quem tem ouvidos, ouça – assim diz o Senhor Jesus Cristo. Queridos ainda vamos ver muita coisa até a volta de Jesus. É apenas o começo e que JESUS nos guarde de toda essa sujeirada(PECADO). Fiquem na PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO.

  5. Cinthia Martins disse:

    É só por Jesus mesmo p/ tanta palhaçada que acontece diariamente!!
    P/ o SBT não duvido nada que a nova geração nojenta p/ ilustrar esse cenário de caos será a sapata Lanna Holder e sua sandalinha Rosália Rocha, fazendo seus discursos baratos de assumimos nossa relação e jesus (luz o ex da Madonna ) está de acordo!! Só pode ser esse Jesus!! Elas vão pegar carona no beijo lésbico do SBT !!
    Jesus volta logo!!
    Maranata

  6. franrez disse:

    *Estes lideres não tem si-quer conhecimento de quem é Deus e qual é seu nome estão no eterno areopago ateniense falando do Deus desconhecido que eles não conhecem, e dizem estar servindo e preparando um povo para morar no céu. Mas seus deus é o ventre como disse Paulo e estão entregues a mamom. o Deus eterno o Senhor Jesus Cristo não tem conhecimento destes grupo e suas organizações agencias da corrupção e do engano, serpentes crescidas a serviço do dragão.

    A VERDADE SOBRE
    DEUS

    – 2010 –
    INTRODUÇÃO
    Aproximadamente dois milênios atrás um homem chamado Jesus viveu, andou, e ensinou numa área do Oriente Médio. que agora chamamos. Israel. Nenhum historiador conhecedor sincero negará o fato. Além dos vinte sete livros do Novo Testamento que falam dEle. historiadores do Seu tempo documentam Sua existência. Cornélio Tactius. um historiador romano do início do segundo século; Luciano, um satirista do segundo século:
    e Flávio Josefo, um historiador Judaico do primeiro século, referem-se todos a Jesus nas suas escritas. Historicamente não há questão da existência de Jesus.
    A questão é. “Quem era este Jesus de Nazaré?” Jesus perguntou “Quem diz o povo ser o Filho do homem?” (Mateus 16:13). Os homens ainda continuam a fazer esta pergunta. E com razão porque a resposta que cada indivíduo dá a esta questão determinará seu destino eterno. Isto é se Jesus era Deus. Se Ele não era, Ele era um blasfemador que talvez mereceu a morte cruel que recebeu na cruz do Calvário. Tal questão merece uma pesquisa cuidadosa e profunda antes de dar uma resposta. Para achar a resposta você deve esquadrinhar a Palavra de Deus. a Bíblia. Você achará que Jesus era Deus.
    A INFÂNCIA DE JESUS:
    A primeira indicação da deidade de Jesus vem do relato do Seu nascimento. Definitivamente foi sobrenatural. Sua mãe era uma virgem chamada Maria. que concebeu Jesus devido a descida do Espírito Santo sobre ela (Mateus 1:18 e Lucas 1:35). O anjo explicou sua concepção a José. o desposado de Maria, e ditou que o filho deveria ser chamado “JESUS: porque ele salvará o seu povo dos pecados deles” (Mateus 1:21). Seu Pai era Deus; Sua mãe uma virgem; e Sua missão, anunciada por um anjo, foi divina. Ele não era um homem comum. Jesus era o Filho de Deus.
    As Escrituras falam pouco acerca da infância de Jesus, exceto dos magos sendo guiados por uma estrela no oriente que vieram e adoraram o Rei dos Judeus. Os anjos anunciaram Seu nascimento aos pastores. Ouvindo que Cristo o Senhor tinha nascido, os pastores foram para adorar Jesus. Então aos doze anos de idade, Lucas conta-nos que os pais de Jesus O levou para Jerusalém para a festa da páscoa. Quando sua caravana começou a jornada de retorno Nazaré, Jesus não os acompanhou. Seus pais, descobrindo isto, retornaram a Jerusalém para localizá-lo., “Três dias depois o acharam no templo, assentado no meio dos mestres, ouvindo-os e Interrogando-os. E todos os que o ouviam muito se admiravam da sua inteligência e das suas respostas. Logo que seus pais o viram; ficaram maravilhadas; e sua mãe lhe disse: Filho, por que fizeste assim conosco? Teu pai e eu, aflitos, estamos à tua procura. Ele lhes respondeu: Por que me procuráveis? Não sabíeis que me cumpria estar na casa de meu Pai?” (Lucas 2:46-49). Mesmo com a idade de doze anos, Jesus reconheceu que Ele tinha algum negócio celestial para atender.
    Outra vez, entretanto, as escrituras se tomam relativamente silenciosas acerca de Jesus por algum tempo exceto pelas declarações como, “e crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens. “(Lucas 2:52).

    O MINISTÉRIO DE JESUS:
    Finalmente, com a idade de trinta anos, Jesus emergiu da obscuridade para começar um ministério que o levaria para Sua crucificação. Apesar de Jesus ter nascido sem a maldição do pecado sobre Sua vida, desde que Seu Pai não foi um homem, e apesar dEle nunca ter cometido um pecado, soldados e líderes religiosos no Seu dia O crucificaram na cruz cruel do Calvário como um blasfemo. Jesus afirmou ser Deus, o qual se Ele não foi. era blasfêmia. Se Ele foi, Sua morte não foi em vão, mas uma morte vicária para cada indivíduo que quer aproveitar dela.
    Já temos visto como o nascimento miraculoso de Jesus em sua infância suporta Sua afirmação de deidade. Daremos agora uma olhadinha para o Seu ministério e seu efeito. Muitos volumes enchem as bibliotecas do mundo com respeito o ministério de Jesus. Seu impacto sobre a humanidade somente pode ser medido na eternidade. Palavras são confinantes demais para expressá-lo. Napoleão Bonaparte provavelmente o disse melhor do que qualquer outro, “Eu lhe digo, eu conheço os homens. Jesus foi mais que um homem. Carlos Magno, Alexandre, e eu temos fundado impérios, mas sobre o que nós os fundamos? Sobre a força! Jesus tem fundado seu maior império em extensão de território, e mais vasto e em significância, sobre o amor. Eu tenho inspirado os homens para que eles morressem por mim, mas imagina um homem morrendo por mim quase vinte séculos depois que sou morto, e é justamente isto que os homens estão fazendo, no mundo inteiro, por este homem, Jesus de Nazaré.”
    Sim, o ministério de Jesus devia ter sido sobrenatural para ter tal efeito duradouro. Gamaliel, o doutor da lei, durante o tempo da perseguição dos seguidores de Jesus, falou a verdade. Ao mesmo tempo em que o Cristianismo foi uma coisa relativamente nova os líderes religiosos aceitos daqueles dias estavam tentando aniquilá-la por matar os seguidores de Jesus, Gamaliel levantou á defesa dos discípulos com palavras de sabedoria, “E lhes disse:
    Israelitas, atentai bem no que ides fazer a estes homens. Porque antes destes dias se levantou Teudas, insinuando ser ele alguma cousa, ao qual se agregaram cerca de quatrocentos homens; mas ele foi morto, e todos quantos lhe prestavam obediência se dispersaram e deram em nada. Depois desse, levantou-se Judas, o Galileu, nos dias do recenseamento, e levou muitos consigo; também este pereceu, e todos quantos lhe obedeciam foram dispersos. Agora vos digo. Dai de mão a estes homens, deixai-os; porque se este conselho ou esta obra vem de homens, perecerá; mas, se é de Deus, não podereis destruí-los, para que não sejais, porventura, achados lutando contra Deus. E concordaram com ele” (Atos 5:35-39).
    O que foi acerca do ministério de Jesus que causou homens até tal lealdade para com Ele até dois mil anos de pois de Sua vida na terra? Simplesmente o fato que Ele era Deus vindo à terra para fazer uma obra que redimiria homens do pecado. Durante Seu ministério Ele fez muitos milagres que atestaram ao Seu poder sobrenatural, mas ainda eles não foram o suficiente para causar homens para viver e morrer por Ele dois mil anos depois. Ele tomou água em vinho, curou os coxos, os surdos, os cegos, até trouxe os mortos de volta para vida, mas Jesus era mais do que um operador de milagres. Jesus era Deus manifesto na carne (1 Timóteo 3:16). Deus veio para reconciliar o mundo para Consigo mesmo (II Coríntios 5:19).
    Alguns homens dos dias de Jesus, estando com fome da verdade e sensíveis ao Espírito de Deus, receberam uma revelação de Deus que Jesus foi Aquele prometido do Antigo Testamento. Jesus inquiriu dos Seus discípulos nas costas de Cesaréia, “Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:15-16). Dos escritos de alguns dos apóstolos e discípulos é óbvio que eles reconheceram Jesus como o Jeová do Antigo Testamento.
    Sendo Judeus e instruídos no Antigo Testamento eles sabiam muito bem que não havia senão um Jeová Deus. Para crer em qualquer outra coisa era idolatria. O primeiro mandamento da lei era, “Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR.” (Deuteronômio 6:4; Marcos l2:29). “Eu sou o SENHOR, e não há outro; além de mim não há Deus,’… “(Isaias 45:5). Para eles aceitarem Jesus como Deus foi ‘completamente contra seus princípios, ensinamentos e caráter. A evidência da deidade de Jesus tinha que ser esmagadora aos seus olhos. Um estudo das escrituras mostra isto.

    PROVAS DA DEIDADE DE JESUS:
    Jesus possuía os atributos da deidade. Jesus possuía características que pertence a Deus. Muitos autores bíblicos referiram-se a eternidade de Jesus (Isaias 9:6; João l:l,2; João 8:58;Colossenses l:l7; I João 1:1). Jesus está presente em todos os lugares ao mesmo tempo, onipresente (Mateus 18:20, 28:20). Seus discípulos testemunharam abertamente da Sua onisciência, o seu conhecimento de tudo, “Agora vemos que sabes todas as coisas…” (João 16:30). Pedro confessou de Jesus, “.. .Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. “ (João 211.7). Mateus 28:18 recorda a reivindicação de Jesus a onipotência, ou todo poder, “Toda a autoridade foi me dada no céu e na terra. “Paulo confirmou o poder de Jesus, “…Segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as cousas.” (Filipenses 3:21). Hebreus 13:8, expressa a imutabilidade de Jesus, “Jesus Cristo ontem e hoje é o mesmo, e o será para sempre.
    Jesus recebeu adoração, “E os que estavam no barco o adoraram, dizendo: Verdadeiramente és Filho de Deus!” (Mateus 14:33). Jesus mesmo declarou que somente Deus deveria ser adorado (Mateus 4:10).
    Além disto a obra que Jesus fez atesta a Sua deidade. Se Jesus não era Deus Ele não podia ter sido o Criador, entretanto, “Todas as cousas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” (João 1:3). Somente Deus pode perdoar o pecado como Jesus fez (Mateus 9:2-7; Marcos 2:7). E quando tudo isto é dito e feito Jesus será o juiz de todos (João 5:22; Romanos 2:16).
    Jesus também possuía os nomes de Deus. Isaias (9:6) referiu-se a Ele como “Deus Forte, e o Pai da Eternidade.” Isaias também profetizou “Portanto o Senhor mesmo vos dará sinal.’ Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e lhe chamará Emanuel.” (Isaias 7:14). Mateus 1:23 diz, “…Emanuel que quer dizer: Deus conosco. “Jeremias profetizou dEle como sendo chamado “O Senhor, Justiça Nossa.”
    (Jeremias 23:6). Jesus reivindicou os nomes de Deus. Eles referiram a Si mesmo como o Filho de Deus (João 10:36) e falou aos Judeus, “Antes que Abraão existisse, eu sou” (João 8:58); nome o qual eles sabiam de ter referência ao nome de Jeová que foi dado a Moisés no arbusto ardente (Êxodo 3:14). O nome Jesus atualmente é uma tradução Grega de uma palavra Hebraica Josué. O nome Josué vem de uma contração do nome de Deus Jeová, com o nome Hebraico Oséias que significa salvação. Portanto Jesus, atualmente significa Jeová se tornou nossa salvação (Isaias 12:2).
    Jesus não hesitou alegar ser Deus. Bem como referisse a Si mesmo como o Filho de Deus, e o Eu Sou, Jesus afirmou Sua deidade em outras maneiras. Jesus falou aos Seus discípulos, “Eu e o Pai somos um.” (João 10:30).
    Jesus declarou ainda mais: Que para ver Ele era para ver Deus (João 12:45); para conhecer Ele era para conhecer Deus (João 8:19); para crer nEle era para crer em Deus (João 12:44); para receber Ele era para receber Deus (Marcos 9:37); para honrar Ele era para honrar a Deus (João 5:23); e para odiar Ele era para odiar a Deus (João 15:23).
    Verdadeiramente a evidência foi suficiente para convencer os discípulos que Jesus era Deus porque eles escreveram e falaram disto. Pedro disse, “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. “ (Mateus 16:16). Tomé, vendo os sinais dos cravos nas Suas mãos e a ferida no seu lado após Sua ressurreição bradou, “Senhor meu e Deus meu!” (João 20:28). João começou seu evangelho por dizer, “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o verbo era Deus.” (João 1:1). Versículo quatorze, “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós…” Paulo somou tudo por explicar este mistério, “Evidentemente, grande é o mistério da piedade: Aquele que foi manifestado na carne, foi justificado em espírito, contemplado por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória. “(1 Timóteo 3:16).
    CONCLUSÃO:
    A evidência foi apresentada, o veredicto é conclusivo:
    Jeová do Antigo Testamento, Pai de todos, desejou reconciliar o homem Consigo mesmo. Para o fazer Ele necessitava de um sacrifício humano sem pecado. Desde que todos os homens herdam a natureza pecaminosa do seu pai, Adão, Deus necessitava de um homem especial tendo Sua Santidade divina, um Deus-homem. Portanto, Deus nos céus, “Antes a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte, e morte de cruz. (Filipenses 2:7-8). O Deus eterno de glória decidiu deixar a plenitude da Sua divindade habitar corporalmente na pessoa de Jesus Cristo (Colossenses 2:9). Este Jesus foi crucificado na cruz do Calvário, mas estando sem pecado, a morte não teve poder sobre Ele. Portanto, o Espírito eterno de Deus que foi manifesto nEle vivificou Seu corpo mortal para ressuscitar da sepultura dentro de três dias, Jesus está vivo para viver para sempre!
    Como resultado, se cremos que Jesus é o Cristo, e obedecer Suas ordens, arrepender dos nossos pecados e ser batizado em nome do Senhor Jesus, podemos ser redimidos do pecado e suas conseqüências. Ele então nos encherá com o Espírito Santo (Atos 2:38), e se continuamos a viver uma vida santa dEle seremos participantes da Sua dádiva de vida eterna.
    Mas, “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo: porquanto nele habita corporalmente toda a plenitude da Divindade.” (Colossenses 2:8, 9).
    “Estes, porem, foram registrados para que creais que Jesus é o cristo,o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” (João 20:31).

    *********

    QUEM É JESUS CRISTO?

    – 2010 –

    A PALAVRA E O TESTEMUNHO

    No mês de agosto do ano de 1.915, o Rev. E. N. Beli, Superintendente Geral do Concílio Geral das Assembléias de Deus dos Estados Unidos e Redator dos dois órgãos oficiais da mesma igreja, escreveu o seguinte artigo depois de ter sido batizado em nome de Jesus e que produzimos abaixo. Este artigo foi apresentado aos Presbíteros Gerais do Concílio (a Diretoria Oficial da Igreja), sendo rejeitado uma parte por eles, mas a maior parte apareceu na revista semanal . . “The Word and Witness” (A Palavra e o Testemunho).

    O Cristo perdido sendo descoberto como o Jeová do Antigo Testamento e o Verdadeiro Deus do Novo Testamento. O reconhecimento de Cristo como o Deus Todo-Poderoso sendo recebido.

    Hoje quero dar graças a Deus pela discussão sobre o batismo nas águas em nome de Jesus Cristo, porque tem sido o meio de me revelar um Cristo mais poderoso do que antes conhecia. O assunto do batismo nas águas em o nome de Jesus, tratado só, seria uma questão relativamente pequena e inócua. Assim me parecia no princípio, como também a muitos outros, e para alguns ainda parece, porque eles ainda não têm compreendido o que está envolvido no assunto, e não tem a visão apostólica de Jesus Cristo como Senhor, ou Jeová. A questão do batismo é somente uma parte do circulo completo da verdade que há de aparecer diante de sua admirada e jubilosa visão de um Cristo mais glorioso do que antes você havia contemplado, se assim permitir, andando na luz e O obedecendo.

    Posso dizer hoje, diante de Deus e de todos os homens, que o Seu gozo está transbordando meu coração como nunca antes. Ao escrever isto Sua glória arrebata todo o meu ser e tenho de parar de vez em quando e dizer “Ó Glória”, para deixar escapar um pouco desse gozo. Na noite de anteontem, enquanto descansava na cama, ouvi no Espírito a mais doce e comovente canção sobre o nome de Jesus que tenho ouvido desde que nasci. Se as pessoas soubessem o que Deus está realizando na minha alma por intermédio desta nova visão de Jesus, e das maravilhas escondidas em Seu grande Senhor, e começariam a levantar suas razões para me ajudar a louvar o Cordeiro que foi morto, mas que agora está começando a receber uma parte do louvor e honra — mas que um dia há de fazer todo o universo — mar, terra e céu, vibrar com o louvor e honra universal ao Seu grande nome. Aleluia ao Seu nome pelos séculos dos séculos!

    JESUS É JEOVÁ

    Diz Is. 40: 3 “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor (Jeová); endireitai no ermo vereda a nosso Deus”.

    Esta profecia acerca de “Jeová, nosso Deus” foi cita da por João Batista acerca de Jesus, pois João disse em Mt. 3: 3 que ele, João, era “voz do que clama no deserto preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas”. Portanto, Jesus era o Senhor (Jeová) cujo caminho João veio para preparar.

    Ele é o Senhor (Jeová), o Jeová da Glória. 51. 24: 7 10;1 Co.2:8; Tiago 2:1.

    Ele é o Senhor, justiça nossa (Jeová-Tsidkenu, Jeová, justiça nossa). Jr. 23: 5, 6 e 1 Co. 1: 30.

    Ele é Jeová sobre toda a terra (Si. 97:9 com João 3: 31). Lembre-se que o nome ‘Senhor no Antigo Testa mento quer dizer “Jeová”, porque assim está escrito no hebraico.

    Ele é o Jeová, o primeiro e o último. Is. 44: 6; Ap 1:17; Is. 48:12 a 16 e Ap. 22:13.

    Ele é o Jeová dos Exércitos. Is. 6:1 a 3 e João 12: 41; Is. 8: 13-14 e l Pedro 2: 8.

    ELE É O ETERNO DEUS E CRIADOR

    o Salmo 102: 24-27 diz: “Deus meu, não me leve no meio dos meus dias, tu, cujos anos alcançam todas a gerações. Desde a Antigüidade fundaste a terra; e os céu são obras das tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como um vestido, envelhecerão; comi roupa os mudarás, e ficarás mudados. Mas tu és o mesmo, e os teus anos nunca terão fim

    Agora vamos notar que o escritor inspirado do livro aos Hebreus cita estes versículos acerca de Deus, o Cria dor, e os aplica a Jesus Cristo, o Filho, em Hebreu 1:18-10, 12; “mas, acerca do Filho: O teu trono, ó Deus (note que o Filho é chamado Deus), é para todo o sempre . . . Ainda: No princípio, Senhor lançaste os funda mentos da terra, e os céus são obras das tuas mãos; ele perecerão; tu, porém, permaneces; sim, todos eles envelhecerão qual vestido, também, qual manto, os enrolará como vestidos serão igualmente mudados; tu, porém, é o mesmo e os teus anos jamais terão fim”.

    ELE É O DEUS TODO-PODEROSO

    Em Isaias 9: 6,7 se diz concernente a Jesus: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto”.

    Ele é o Maravilhoso, Conselheiro em quem estão ocultos todo o conhecimento e sabedoria de Deus. Ele é o Deus Forte. Ele há de esmiuçar todos os remos da terra em breve, e reinará como Soberano sobre eles para todo o sempre.

    Notemos também que o Novo Testamento O reconhece como o Todo-Poderoso. Em Apocalipse 1: 7,8 diz:

    “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o transpassaram, E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente, Amém. Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele é, que era e que há de vir, o Todo-poderoso. Você já reconheceu Jesus como o Todo-poderoso? O que podia ser mais claro?

    JESUS É O VERDADEIRO DEUS

    Jeremias 10:10 diz: “Mas o Senhor (Jeová) é verdadeiramente Deus; ele é o Deus vivo e o rei eterno –

    Em 1 João 5: 20 a mesma coisa é dita acerca do Fi­lho: “Também que o Filho de Deus é vindo, e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Jesus é o verdadeiro Deus e a vida eterna”.

    ELE É EMANUEL — DEUS CONOSCO

    Em Isaias 7:14, O filho que havia de nascer foi chamado “Emanuel”, que quer dizer “Deus Conosco”. Em Mateus 1:23 esta profecia por inspiração é aplicada a Jesus. Ele é Deus Conosco.

    O Apóstolo diz em outro lugar: —- . Deus estava em Cristo, reconciliando consigo o mundo …“ 1 Timóteo 3:16 ele diz: “. .. grande é o mistério da piedade: Aquele (Deus) que foi manifestado na carne – … crido no mundo, recebido na glória”, Não é de se admirar que tenha chamado isso de mistério, por que quem é capaz de compreendê-lo? Mas a inspiração declara que Jesus Cristo era Deus manifestado na carne.

    ELE É O SENHOR DOS SENHORES

    No Antigo Testamento se diz do Deus Jeová que ele é o Rei dos reis e o Senhor dos senhores (Dt. 10:17). E o Novo Testamento cita estas passagens e afirma que as mesmas falam de Jesus (Veja Ap. 1:5; 17:15, II Pe. 6: 14;15).

    Ele é o Senhor (Jeová) do céu (1 Co. 15: 47).

    Ele é o Senhor (Jeová) de todos (Atos 10: 36; Rm. 10:11-13).

    ELE É UM COM O PAI

    Jesus não somente declara que o Pai está nele e é um com ele, mas afirma que o tem visto “tem visto o Pai” (João 10: 30, 38; 12: 44,45; 14: 7-10; 17:10), Ele envia igualmente com o Pai o Espírito (João 14:16; 15: 26).

    Tem direito à honra do mesmo modo quanto o Pai (João 5: 23).

    E chamado o Pai da Eternidade (Isaias 9:6).

    Todo aquele que tem o Filho, tem igualmente o Pai (1 João 2:24; 4:15),

    Cristo é dono de tudo igualmente com o Pai (João

    16:15).

    Cristo é o Criador de todas as coisas (Isa ias 40: 28; João 1:3;Cl. 1:16; Hebreus 1:2).

    A TRINDADE OU DIVINDADE —TUDO ESTA EM CRISTO
    O Apóstolo inspirado diz em Cl. 2:9: “Porquanto nele (Jesus Cristo) habita corporalmente toda a plenitude da Divindade”.

    Ora, é uma grande maravilha saber que ele era Deus, e que Deus habitava nele. uma maravilha maior saber que “toda a Divindade” habita nele. E uma maravilha ainda maior saber que a Plenitude da Divindade habita nele, e é a maravilha das maravilhas saber que “TODA” a Plenitude da Divindade habita em Jesus. Tudo isso se declara de nosso glorioso Cristo.

    Não tenha medo que o Pai e o Espírito Santo vão ficar por fora. Cremos em Deus, o Pai e no Bendito Espírito Santo. Iremos continuar falando deles, assim como fizeram os Apóstolos no Novo Testamento, quando a ocasião exige e quando seja isso o nosso assunto; mas neste momento o nosso assunto é: “As Maravilhas De Cristo”.

    Não faz sentido, quando estamos exaltando Jesus como Senhor, se esperar que vamos parar para mistificar nossos leitores com os mistérios gregos sobre a Trindade. De qualquer maneira, poucos, mesmo depois de muitos anos de estudo sobre a Trindade, entendem muito mais acerca do assunto do que quando começaram. Pude constatar isto quando estava no Seminário Teológico da Universidade de Chicago, quando ao terminar o curso alguém perguntou a um aluno se ele entendia a Trindade melhor depois do curso de estudo do que antes de começá-lo. Sem hesitar ele respondeu francamente: “De maneira alguma”.

    Portanto não deixe ninguém tornar você histérico ou fanático sobre o perigo de negligenciar os mistérios da Trindade, enquanto estamos exaltando a Jesus Cristo. Nunca conheci ninguém que se salvou pelo estudo da Trindade, ao passo que, exaltando a Jesus Cristo como o Poderoso Senhor pronto para salvar totalmente os que vem a ele trará esta grande salvação a milhares e milhares.

    Ninguém pode vir a Deus a não ser por Jesus e aquele que tem Cristo, ou o Filho tem também o Pai. São inseparáveis! Você não pode ter Cristo sem ter também Deus, o Pai, mesmo que você quisesse. Deus somente se dá no Filho. (Deus somente dá-se a Si mesmo no Seu Filho). Do mesmo modo, quem recebe Cristo na Sua plenitude, recebe também o Espírito Santo Jesus disse: “Na­quele dia (quando forem batizados e cheios do Espírito Santo) conhecereis que eu estou em meu Pai e vós em mim e eu em vós” (João 14:20). Como podem ambos vir a nós? Só por meio de Cristo no Espírito. Como poderão fazer em nós moradia? Só por meio de Cristo no Espírito.

    O NOME DO PAI FOI DADO A JESUS

    Havia um anjo misterioso chamado “O Anjo do Senhor” (Veja Êxodo 3:2-14; 3:14-19; 23:20,21), que ia adiante do acampamento de Israel. Esse não era outro a não ser Cristo, o Senhor — Jeová em forma de anjo. Deus advertiu a Moisés para obedecer a esse Anjo dizendo:

    – . Nele está o Meu Nome” (Ex. 23: 21). Deus, o Pai, colocou o Seu Nome em Cristo, ou deu a Ele o Seu Próprio Nome. O que é o Nome do Pai? Em Isaias 42: 8 Deus responde: “Eu Sou o Senhor; este é o meu NOME”.

    Ora, será que Deus, o Pai, efetivamente deu isso, Seu próprio Nome de Senhor a Jesus? É precisamente isto que Pedro pregou no dia de Pentecoste para que os seus ouvintes “estivessem absolutamente certos” de que Jesus foi feito “Senhor e Cristo” (Atos 2: 36). Israel o havia rejeitado como Senhor, ou Jeová, e agora é exatamente o que terá de aceitar para ser alvo. O Pai não somente deu a Jesus o Seu Nome de Senhor, mas exige também que todos os homens deverão reconhecê-lo como O Senhor. Porém, convém fazê-lo agora mesmo.

    Disse Paulo: “Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o Nome que está acima de todo nome (Note que é o Pai que lhe deu este NOME), para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor – .. .“ (Filipenses 2:9-11). Que nome mais alto podia Deus lhe dar do que o Seu próprio Nome de Senhor, ou Jeová? Este Nome não está acima de todo Nome? Ele (o Pai) não somente “lhe deu” esse nome de Senhor, ele efetivamente o fez Senhor, sim, além disto, todos devem confessar que ele “é Senhor!” Logo que, ele agora é o Senhor Jesus, ou o Senhor Jesus Cristo. Vamos desde já confessá-lo! Ele é “o Senhor do céu” (1 Co. 15: 47).

    “Ora, o Senhor é o Espírito” (2 Co. 3:17). De sorte que toda a Divindade na sua plenitude está em Jesus.

    Por isso o batismo em o Nome de Jesus era o costume apostólico em toda parte.

    PERDIDA A VERDADEIRA VISÃO DE JESUS

    Os apóstolos lançaram corretamente o fundamento da Igreja com a visão de Jesus como “o Senhor do céu”. Quando Jesus mandou-os “a batizar em Nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”, eles entendiam perfeitamente qual era o Nome do Pai, porque Isaias lhes tinha dito que era Senhor (Jeová) (42: 8), e Jesus lhes havia aberto o entendimento para que pudessem compreender as Escrituras (Lucas 24: 45). Compreendendo que Deus éEspírito (João 4: 24) e que “o Senhor é o Espírito” (2 Co. 3:17), eles podiam obedecer plenamente o mandar de Jesus ou simplesmente ordenar o batismo “em Nome de Jesus Cristo”, como Pedro fez em Atos 10: 48, ou “em Nome do Senhor Jesus”, como fez Paulo em Atos 19: 5.

    Os vocábulos “Pai e Filho” exprimem simplesmente uma relação, como a de pai com o filho e a de filho com o Pai, embora todos entendam quando atribuídos a Deus e a Cristo exatamente a quem se refere, mas no sentido exato da palavra não são nomes.

    Posso dizer, com toda a sinceridade, que não creio que Cristo jamais tencionava que se batizasse usando a frase: “Pai, e.. . Filho, e – . . Espírito Santo”. Tínhamos praticado desta forma por tanto tempo que, no principio, me parecia absurdo usar de outra forma. Mas, agora que tenho recebido a verdadeira visão de Cristo, como Senhor (Jeová); que Senhor é o Nome do Pai, como declara Isa ias, e é também o Nome de Cristo, admiro-me de que tenha sido tão cego que não vi o verdadeiro significado de Jesus em Mateus 28:19. Todos que quiserem batizar usando a fórmula de Mateus 28:19, podem fazê-la e mesmo assim vou amá-los e manter comunhão com eles; mas pessoalmente com a luz que tenho recebido, não posso fazê-lo com a boa consciência. Eu prefiro usar o verdadeiro Nome comum ao Pai e ao Filho, pois o Senhor me mandou a batizar “em o Nome” e não num termo de relação que nem sequer é nome próprio. Senhor, ajuda aos amados irmãos a compreender que “Pai” e “Fi­lho” não são, de maneira alguma, nomes próprios.

    Reconhecendo que toda a Divindade estava sempre presente em Jesus, os apóstolos batizavam usando ou uma parte ou todo o Seu Nome — às vezes “Jesus Cristo” e outras vezes “Senhor”, ou “Senhor Jesus” (Atos 2: 38; 8:16; 10: 48; 19: 5). Mas não existe a mais leve sugestão, do primeiro Sermão no dia de Pentecostes até a morte do último apóstolo, que tivessem entendido que Jesus queria que usassem a frase literal de Mateus 28:19 em vez de usar “O NOME”. Mas quando a Igreja perdeu o segredo desse Nome, ela então começou a cair no liberalismo e formalismo, sem entender o verdadeiro significado e propósito das formas que estavam usando. Agora Deus está restaurando a visão espiritual do poderoso Jeová-Cristo, as Maravilhas em Seu Nome e Cristo cada dia se torna maior e mais glorioso diante a nossa visão.

    Graças a Deus por tudo isto! Bem, devemos parar aqui, quando mal começamos com este grande assunto de QUEM JESUS CRISTO.

    R: ELE É O SENHOR DA GLÓRIA!
    SENHOR (PAI) JESUS (FILHO) CRISTO (ESPÍRITO SANTO)

  7. Willians Franco disse:

    A verdade é que há muita gente nesse meio cristão que ouvirá da boca do próprio Jesus a frase “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”.

  8. Luiz Otavio M Santos disse:

    Para opinar e difundi-la, o verdadeiro Cristão, tem que ter responsabilidade cristã.
    Divulgar opinião sem sustentação, apenas, com base no que está sendo veiculado, ou feito, sem se saber como, é servir de disseminador da mentira.
    A igreja da Graça tem um grande membro de patrocinadores. O que há de novo, é que quem tem conta bancaria, pode optar, em fazer esta opção através do débito em conta, da mesma maneira que feito o débito para pagamento da conta de luz, água, telefone, seguro, impostos, carnê de compra a prazo, etc.
    Não há nada de escandaloso. É apenas, o patrocinador, deixará de enfrentar filas para o seu deposito e fazê-lo por meio de débito de conta corrente. É um meio também do patrocinador não se esquecer do seu compromisso com Deus.
    Luiz Otávio – 25-06-11

  9. Medeiros disse:

    Eu um dia fui dessa seita internacional da graça. ..com mentira da prosperidade paga…usam apenas o partes da Bíblia para falar sobre dízimo e ofertas. Nunca senti uma palavra que fale no meu coração. ..exigem o dízimo e oferta e ainda tem valor estipulado pelo pastor.
    E fala que se vc der 50 reais sua vida vai ser 50 reais se der 1000 a sua vida vai ser 1000 …se não der nada a sua vida vai ser……… graça a Deus Abri meus olhos dessa seita que em forma de Igreja.

  10. Luiz Alberto disse:

    Bom dia Pr Daniel, tenho assistido seus vídeos pelo yputube e tenho concordado com muitas, mas muitas coisas que o sr. tem divulgado. Gostaria de saber como o sr vê a questão do dízimop atualmente. Graça e paz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s