Lula, Dilma, as FARC e o Fórum de São Paulo no Rio de Janeiro

 

Caros leitores, este documento não visa partidos ou interesses políticos, mas unicamente alertar à todos, daqueles que tem a sua fé em Jesus, do quanto devemos orar e pedir a Deus por este pais e por toda America Latina(socialização). Em Brasília não a partidos, mas fracos e fortes. A política está definida e centralizada, o futuro deste país desenhado sem alguma oposição. Precisamos de um milagre do Senhor Jesus ou sofremos enorme perda, nossos filhos e toda uma geração posterior.

 Rio de Janeiro

A governança brasileira e a falsa mídia quer que a sociedade pense que o Rio de Janeiro vive um momento histórico de transformação social. Que todas estas reações criminosas, ligadas ao tráfico de drogas, que vêm promovendo uma onda de ataques, incendiando veículos no Rio de Janeiro, são provenientes de uma ação contra o bem, representado pelas forças publicas de segurança, e o mal, personificado pelos traficantes. Uma situação limite: criminosos do incendiavam carros sem que policiais, bombeiros e autoridades de segurança enxergassem como dar conta da situação. A vulnerabilidade do Estado carioca e a incapacidade de suas forças policiais no palco das lamentações. O sonho da liberdade e a esperança de uma dignidade pública, tão esperada do governo atual, acabou nas mãos de quem? Forças Armadas. A chamada “garantia da lei e da ordem” agora promovida pelo Exército Brasileiro e pelo patrulhamento de tanques de guerra nas regiões abatidas pelo crime organizado. Um cenário chavista: Uma decretação de intervenção Federal, dando poderes aos militares para obterem função de polícia. Blindados da Marinha desembarcaram no Complexo do Alemão e boinas azuis carregados de fuzis no espaço público, isso sim é histórico.

Vamos ver abaixo os motivos que nos levam acreditar que estes conflitos no Rio de Janeiro não passam de um “palco montado” para por em “ação” estratégias política do governo do PT.

Lula, as FARC e o Foro de São Paulo

Tudo no Governo Lula e Dilma gera estranhezas. Enquanto as Força Armadas entram em ação para combater o tráfico nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro com a decretação de intervenção do Governo Federal, Lula, Dilma e PT sentam com as FARCs para discutir políticas de dominação no Foro de São Paulo (FSP). Para quem não sabe, a FSP é uma organização política do PT, que encontra partidos políticos e organizações não governamentais de esquerda de toda América Latina e Caribe. Este Foro foi constituído em 1990 juntamente com Fidel Castro, ditador de Cuba. O PT não só convidou outros partidos, movimentos sociais revolucionários da America Latina e do Caribe para discutir alternativas às políticas dominantes na América Latina, como também filiou como membro as FARC.

Esta organização, atualmente mantém mais de 100 partidos e organizações políticas. As posições ideológicas variam dentro de um largo espectro, que inclui partidos social democratas, organizações comunitárias, sindicais e sociais inspirados pela Igreja Católica, grupos étnicos e ambientalistas, organizações nacionalistas, partidos comunistas, grupos de guerrilhas e até o diabo.

Reportagem no Estadão informa que a Polícia Federal descobriu uma base das FARC no Brasil:

“A guerrilha colombiana não só tem violado sistematicamente a fronteira Colômbia-Brasil como tem utilizado o território brasileiro para seus negócios, especialmente o narcotráfico. A conclusão faz parte do relatório final da investigação que levou à prisão, no dia 6, de José Samuel Sánchez, o ‘Tatareto’, apontado pela Polícia Federal como integrante da comissão de logística e finanças da 1.ª Frente das Farc, um dos mais importantes destacamentos da guerrilha colombiana.”

A história dos petistas e do governo Lula com as FARC pode ser contada em capítulos. Nem é preciso fazer uma pesquisa muito exaustiva. Comecemos por observar que, ao longo dos anos, o lulo-petismo tem sido mais duro com o governo constitucional e democrático da Colômbia do que com os narcoterroristas.

Lula, o Itamaraty e os petistas não consideram as FARC uma organização terrorista — seqüestrar pessoas, degolá-las, manter campos de concentração na selva etc. Não podem caracterizar como terrorismo o que querem partidarizar e legalizar. O PT e FARC dividem o mesmo teto nesta organização(FSP) e o que virá depois disso? O Marco Aurélio Garcia – Assessor especial de Lula como representante brasileiro e fundador do Foro de São Paulo. Existe, portanto, uma entidade em que essas duas organizações(PT + FSP) são parceiras, companheiras e partilham objetivos comuns. Ficamos a pensar nas fronteias brasileiras, de pernas abertas “facilitadas” para o entra-e-sai de narcotraficantes das FARC no espaço territorial brasileiro, abastecendo o mercado de drogas, mantendo facções como PCC e CV muito bem armadas para o conflito das massas sociais, bem debaixo do nariz das autoridades, e o Governo Federal de Lula e Dilma travando guerra no Rio de Janeiro e brincando de pega-pega com traficantizinhos.

FARC, CV e PCC

A “geopolítica” do narcotráfico no Brasil está prestes a se partidarizar. As facções criminosas paulista e carioca, o Primeiro Comando da Capital e Comando Vermelho, com costuras “acordos” e “parcerias” com as FARC no Brasil. Tudo para assumir a hegemonia dos negócios de distribuição de drogas e aluguel de armas no Rio de Janeiro. As FARC é a maior fornecedora de drogas para o eixo RJ e SP. Em troca, recebem dinheiro e material (principalmente carros e peças de veículos roubados) que garantem a sobrevida da guerrilha colombiana. Logicamente Michel Temer achou boa a idéia aventada por Lula de que as FARC se tornem um partido político, pois esta, segundo ele, seria a maneira democrática de chegar ao poder. O mesmo conceito se deve para o CV (Comando Vermelho /RJ) e para o PCC (Primeiro Comando da Capital/SP), afinal são irmãos de negócio. Se o caminho de Lula, Dilma e PT continuar no poder, todo este projeto acima vai virar proposta política no Brasil e voto eleitoral.

Polícia do Estado

O sonho de Lula, de Fidel e de Hugo Chaves se manifestou recentemente em Brasília, na 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, organizada pelo Ministério da Justiça, pasta comandada pelo petista gaúcho Tarso Genro. De acordo com informações obtidas pelo ucho.info, o objetivo maior do Ministério é desmilitarizar as Polícias Militares para enfraquecer o poderio policial dos estados, o qual perderiam a independência de incorporação e passariam a depender cada vez mais do Governo Federal. Esse tipo de ação política, inédita na história brasileira, conta com a explícita anuência do Palácio do Planalto – alavancar uma ditadura de esquerda sem precedentes no Estado “democrático“. O que acontece na amiga Venezuela de Hugo Chaves e na Cuba de Fidel, agora evidencia o Brasil e America Latina. Aos golpistas do partido da estrelinha de cinco pontas, a desmilitarização das Pms objetiva ainda mais o enfraquecimento do militarismo brasileiro: eliminação de alguns cercos oposicionistas deste Governo que estão no alto escalão dos poderes. Quantas estranhezas. Fora isso, anunciou que vai enviar ao Congresso Nacional um projeto de lei que altera a Lei Complementar 97, permitindo que as Forças Armadas(Exército) também tenham atribuições policiais em muitos Estados. Estas propostas correm em segredos e rastejo no Senado e no Congresso Federal (aonde o amor está tudo colorido e muito lindo).

Para concluir…

Para o sonho da socialização se realizar eles precisam de guerras e conflitos sociais. Estabelecer na sociedade o “medo”. Não passa de mero ilusionismo a versão do governo Sergio Cabral de que a onda de violência provocada pelo Comando Vermelho, foi devido a implantação de Unidades de Polícia Pacificadora, as famosas UPPs. O que temos é a famosa regra do três: primeiro se cria o problema. Depois, divulga-se o problema, e por fim, apresenta-se a solução, gerando pretextos políticos. Este caso não é diferente: o MST. Esta corrente político-solidária (PT+FARC+PCC+CV+MST) poderia ser desmantelada, e ao contrário, está mais ainda fortalecida para fins políticos. Evidente de que este cenário caótico, no Rio de Janeiro, esteja montado por ideologias e interesses políticos de setores de esquerda do atual governo(caso contrário o processo de intervenção Federal começaria nas fronteiras, no Fórum de São Paulo, na Colômbia, no Fernandinho Beira Mar e não no morro do alemão). Uma destas estratégias seria colocar o Exército Brasileiro como polícia nas ruas. Um “teste de experiência” para opinião pública avaliar como se sente quando está policiada pelas Forças Armadas. A sensação de ver carros blindados dividindo o mesmo espaço de transito público e homens de fuzis montando campana como se fosse guardas civis. Infelizmente o Rio de Janeiro está sendo usado como “cartão postal” para as fictícias do PT. O projeto deste governo é garantir a chamada “ lei e a ordem” nos demais Estados e para isso eles precisam das guerras e dos conflitos. Que o Senhor Jesus livre a sua Igreja e seus fieis do que virá para toda America Latina: o diabo vermelho.

Maranata. Jesus está voltando !

 

 

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Lula, Dilma, as FARC e o Fórum de São Paulo no Rio de Janeiro

  1. Jorge Vanderley Pedroso da Silva disse:

    Realmente, esse País, se encaminha para uma ditadura socialista. Onde esses querem a todo custo que a IGREJA se cale. Espero misericórdia da parte de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO. E coitado daqueles que nao se arrependerem e nao aceitaram o PLANO da SALVAÇÃO proposto por DEUS através de JESUS CRISTO. O que está acontecendo no País é uma pequena demonstração do que será para aqueles que não forem SALVOS.

  2. Lúcio disse:

    Me surpreendo cada vez mais com vocês (os protestantes)… Que se dizem cristãos…

    “Estabelecer na sociedade o ‘medo’.”

    É como se fosse o sujo falando mal lavado… Enquanto eles (Dilma, Lula, as FARC, “os socialistas”) querem estabelecer o medo… Você, Daniel Batista quer o que com toda essa elaboração teórica?
    Penso que a mesma coisa… Estabelecer o medo nas pessoas protestantes alienadas… Não me parece muito diferente.

    O bom é que sempre existe um outro lado da história…

    “uma ditadura socialista”? Não sabem nem do que estão falando… Garanto que seria bem melhor uma forma de organização política onde os meios de produção seriam coletivos, onde cada mulher e homem teria garantias de sobrevivência… E com isso não me refiro somente a alimentação diária ou vestimenta… Existiriam carros, motos, celulares, computadores… E não seriam todos pobres, isso não importaria mais, por que não seria mais o CAPITAL que regeria nossa sociedade…
    Do que uma sociedade controlada pelo DINHEIRO, onde pessoas vivem com, ou melhor, morrem de fome… Onde 1% (~2000 pessoas) da população possui e controla (e ainda quer mais) 80% da riqueza do Brasil e 70% (~14000 pessoas) da população, que depende de assistencialismo (do governo, de voluntários, da “igreja”), possui menos de 5% da riqueza de seu próprio país…

    E o engraçado é que vocês (é vocês protestantes) ainda são coniventes com toda essa miséria… Cristianismo antes de tudo é amor a Deus sobre todas as coisas e ao Próximo como a mim mesmo…

    Eu quero comer porque tenho fome… Então quero que o outro coma porque ele, como eu também sente fome…

    Muito mais do que dar comida precisamos dar vida a essas pessoas… E mostrar a elas que se elas não se organizarem e fizerem uma transformação (e com isso quero sim dizer uma REVOLUÇÃO) nada vai mudar… Porque no modelo capitalista neoliberal (o qual vivemos, para quem não sabe) cada vez mais gente vai ser pobre e cada vez menos gente vai conseguir viver…

    Leiam, estudem e pensem muito antes de falar mal do que vocês nm conhecem…

    Sou Cristão e sou Social-anarquista (mas duvido que vocês entendam)…
    Boa noite.

    • Caro Lúcio; Estabelecer o medo com fatos reais faz parte do princípio da fé cristã para uma regeneração: “Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte.” 2 Coríntios 7:10 . O que não pode é a prática do conflito de massas “socialismo bandido” diríamos gerar estatísticas, pobreza, miséria e terrorismo econômico além da realidade territorial para discursar teologia da libertação ou criar pretextos para ONGs – paraísos fiscais. O socialismo até aqui visto são idéias impraticável, a não, ser que a vossa senhoria queira reinventar uma reencarnação para Che Guevara “o revolucionista”. Uma visão míope e segmentada. O cristianismo não tem classes sociais ou acepção por gêneros. O Cristo veio para os pecadores que queiram se arrepender. O ministério da fé cristã trabalha sob uma perspectiva de ação integral. A Palavra de Deus abomina o isolamento da consciência humana da Fé, que diríamos por idéias como filantropismo, filosofia e antropocentrismo que viraram ações anticristãs e anti -bíblicas. Uma mistura de generosidade e iniqüidade: o homem sai na frente e o Reino de Deus sempre no plano ultrapassado. Um Jesus que alimenta os pobres(ação social) mas quando se trata de uma ação consciente e introdutiva dos princípios da fé ele não pode ser fundamentalista por que a filosofia está acima regra. Valeu a tentativa. Se vc é socialista anarquista eu não posso confirmar. Estudado não me arrisco a dizer, Bíblia eu afirmo que nunca leu. Com este pensamento, Cristão vc está bem longe de ser! Explique-se: Jesus é fundamentalista?

      Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; Mateus 7:24

      Qualquer que cair sobre aquela pedra ficará em pedaços, e aquele sobre quem ela cair será feito em pó. Lucas 20:18

      E, quem cair sobre esta pedra, despedaçar-se-á; e aquele sobre quem ela cair ficará reduzido a pó. Mateus 21:44

      Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; E quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, A pedra que os edificadores reprovaram, Essa foi a principal da esquina, E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, 1 Pedro 2:6-8

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s