RENÚNCIA DE BENTO XVI: “O PAPA QUE FEZ A BESTA PERDER O SONO”

A Nova Ordem Mundial e seus agentes especializados em montar cenários “crises criadas” para que o plano das mudanças e o princípio do respeito as regras da besta não sejam comprometidos por ninguém. A Franco-Maçonaria precisa que os homens de maus instintos sejam mais numerosos que os de bom costume, tudo para obter resultados, sacrificando o bem geral para conseguir o próprio bem de seus planos. Por estas razões o Papa foi engolido e o Vaticano soube muito bem cumprir seu papel pelas normas estabelecidas. sem deixar pistas visíveis.

Teologia Bíblica por uma Escatologia transparente. Em carta apocalíptica Nosso Senhor Jesus (Ap 13 – 17 – 18) traz a luz e ao conhecimento de todos quem seria Roma: a evolução da antiga Babilônia. Identificada pelo Cristo Ressurreto como a “Prostituta espiritual” que leva ao abismo das corrupções reinos e civilizações em toda história. Um Estado dentro de uma Igreja cujo sustentação geográfica está sobre 7 colinas e sua política se alicerça em 7 governos desenvolvidos (G7). Uma história dividida em 4 Eras que registra o sangue dos santos, a riqueza de todos, a escravidão dos pobres, as indulgências, os martírios, as usurpações literárias, as mentiras canônicas, o comunismo e as imoralidades sexuais. Nenhuma instituição ou religião se encaixaria tão bem nestas descrições espirituais ou histórica aqui reveladas por Jesus. Aquela que dará ao ministério do erro e ao filho da perdição (besta) o apoio religioso que precisa, representado por um porta-voz do Vaticano muito diferente dos outros: o falso profeta. A política que escravista e a religião que impressiona interligadas para que tudo seja preparado e por fim eleito: “aquele que será a besta fera destas potências”.

Renúncia histórica. O primeiro Papa a renunciar foi Ponciano, em 235, forçada, causada pelo Imperador Maximiniano. O segundo caso aconteceu em 535, com o Papa Silvério que foi forçado a renunciar, após o seu exílio. O terceiro, foi João XVIII, que renunciou no ano 1009. O quarto, foi o Papa Bento IX, que abdicou do cargo em 1045 e acabou voltando atrás dois anos mais tarde. Porém, deixou o poder em 1048. O quinto Papa a renunciar, antes de Bento XVI, foi Celestino V que ocupou a cátedra por apenas nove meses e renunciou em 1294. Todas elas marcadas por disputas políticas ou por corrupções. Papa Bento XVI entra para a história por que renuncia voluntariamente ao cargo e sem restrições. Neste caso temos um “milagre”.

O Sucessor. No ponto de vista político é possível influência do Papa emérito nas decisões do futuro Papa, como acontece muitas vezes com os bispos eméritos. Porém, do ponto de vista canônico, o Papa emérito carece de potestade papal em todo e qualquer ato jurídico. Também não poderá mais votar no conclave, porque o Colégio dos Cardeais que elege o novo Papa, com direito a voto, vai até os 80 anos de idade (Universi dominici gregis, 1996, 33). Mesmo sem a infalibilidade de um Papa, Bento XVI como político fica no cargo.

Pressão política. Razões que poderiam explicar a queda deste Papa que estão como pendências em seu pontificado: (1) Perda de influência social, política e religiosa vivida pelo Vaticano no cenário mundial não resolvida por ele. (2) A queda de credibilidade moral com os escândalos de pedofilia e os planos de austeridade com a extrema-direita europeia que Bento XVI teria desagradado a esses setores ao tentar reconhecer parte dos escândalos de pedofilia para buscar limpar a reputação da Igreja. (3) O custo moral e a economia papal em baixa por tantos processos e indenizações por casos de pedofilia. (4) Revelação de documentos sigilosos pelo seu mordomo, no que ficou conhecido como Vatileaks. (5) A proteção de Bento XVI com setores diretamente nazis do clero, como o bispo Richard Williamson, negacionista do Holocausto que havia sido excomungado por João Paulo II. (6)Conservadorismo teológico.

De todas a que mais pesa sobre os ombros deste Papa é o conservadorismo papal. O desrespeito as transformações impostas pela Ordem Mundial sendo representadas em sua fala. A causa da corrupção ou de pedofilia não acrescenta nada, é histórica e crônica em Roma, que diríamos sem solução como o inferno. O que mais decai no seu pontificado foi a intolerância e repressão contra homossexuais, mulheres, muçulmanos e movimentos sociais. Num momento de crescimento da extrema direita católica na sua faceta mais fascista, como o caso do terrorista católico norueguês Breivik, o Papado de Ratzinger foi um ponto de apoio para a homofobia, o racismo, o sexismo, a intolerância e a perda de direitos sociais dos trabalhadores segundo críticos.

O pecado de Bento XVI . Uma ortodoxia em seu pontificado “guardião do dogma”. Externar posições consideradas conservadoras por críticos, como a de combater o sacerdócio feminino e não aprovar a homossexualidade, além de ser contra a comunhão aos divorciados de segunda união e impedir o maior crescimento da missão dos leigos na Igreja. “Sempre foi um papa teólogo e isso lhe causou certas dores”.

A escolha de um novo líder dará à Igreja Católica carta branca de oportunidade para quebrar estruturas antigas e conquistar avanços históricos de transformações dogmáticas.

[A renúncia deste Papa] abre caminhos para a quebra de uma tradição que há muitos séculos vem sendo vivida pela Igreja Romana. Essa quebra poderá trazer ao Catolicismo a carisma para o regresso de fiéis liberais, segundo festejadores, um “novo rumo”, onde a Igreja deverá olhar para o mundo com um modo novo, em especial no que diz respeito às atitudes e decisões da hierarquia principalmente ao posicionamento repressivo frente a legalização do aborto, eutanásia, casamento gay, homossexualidade e o divórcio. Eleger um papa conservador significaria retroceder a Ordem, ao contrário, significaria a prática de decisões que quebram estruturas antigas “caducas” que seria o inevitável. A recente aprovação pela Câmara Baixa do Parlamento francês da união matrimonial homossexual é só mais um sintoma de que os interesses patriarcais, tidos por muitos como misóginos e machistas no clero, também estão a perder lugar na definição da ordem legal e do quadro dos direitos civis do século XXI.

O afastamento de um papa, que não acontecia há quase 600 anos, por queda de braço entre setores liberais e ultraconservadores. A mão que movimenta as peças deste tabuleiro é política, sionista e secreta, o que deverá ficar aos tontos e imbecis a concepção voluntária de um velhinho que ficou cansado da vida de rei que levava em Roma.

Impressionante. O Papa herético nascido de um berço espiritual corrupto, debilitado, conseguiu ficar acima de muitos pastores evangélicos de mídia até os mais tradicionais no ramo de apostasias. Excluso por manter a concepção do que é pecado: divórcio, homossexualidade, aborto, eutanásia e casamento gay. Renunciante á popularidade por querer a opinião própria. O discurso de sua renuncia que evita sentimentos dos outros. Temos aqui o covarde que não quis morrer por que não quer ser um herói morto e embalsamado. Mesmo assim, com todos demônios que tem, superou as perspectivas dos que fazem campanhas de fé por dinheiro, inventam teorias da prosperidade, batizam divorciados de segunda união, pregam o aborto justificável, distribuem preservativos em seus templos por questões de saúde pública e chegam a elaborar monografias em defesa da homossexualidade “sem pecado” por que é feita com muiiito amor.

Concluímos….

O Papa que não vê a hora de sumir do mapa. O que dividia a besta e a fera foi licenciado por invalidez. Aqui reside a força daquele que foi preparado pelo diabo desde a meninice para autocracia e um reino de trevas – ainda não chegou a hora da apresentação. A população sempre direcionada para um caminho previamente estabelecido. A multidão é cega mas aplaude quando o sistema precisa. A política que não tem nada de comum com o que é moral. O Novo Papa deve recorrer a astúcia, até a violência e não mais a hipocrisia. Os falastrões inesgotáveis pelo direito voluntário do Papa que se foi. Todo acontecimento passado anuncia o futuro próximo. O Papa eleito pode ser brasileiro? O escolhido de Roma deverá quebrar as forças sensatas e tudo o que estiver movido por razões de Fé. Fortalecer as bases da chamada Nova Ordem Mundial por uma política imoral para todos. A solidariedade da imprensa moderna que é vã, injusta e mentirosa. A infalibilidade Papal é do novo regime (G7 + 10 blocos + ONU). O que vem agora é pior do que estava antes. Seria arriscado dizer que o próximo Papa seja o falso profeta descrito pelo Nosso Senhor Jesus nas profecias, mas não erraríamos em afirmar que depois disso muita coisa mudará. Continuaremos resguardados em Cristo e na Esperança da Redenção Eterna. O Esperado de nossas almas virá e não tardará. Maranata, Jesus está voltando!!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para RENÚNCIA DE BENTO XVI: “O PAPA QUE FEZ A BESTA PERDER O SONO”

  1. Miguel Reça disse:

    Resta saber se ele vai contar como o setimo rei ou não, pois não terminou o reinado?
    Saberemos quando o proximo papa for eleito.

    • segundo os cálculos o sétimo deveria durar pouco apocalipse 17, e bento 16 durou pouco, segundo a história esse novo argentino é o oitavo papa do estado vaticano e segundo a bíblia o oitavo é a besta, JESUS ESTA VOLTANDO…

  2. A Paz do Senhor Jesus!!! Meu irmão e amado em CristoPastor Daniel, grande é minha admiração por vossa pessoa de coração e razão, embora não o conheça pessoalmente e sim por fotos e pelas pregações das quais ouço e admiro e assino embaixo. É a verdade tem que ser ditas, pois tem muita gente por ai dizendo ser o que não é enganando o povo , por isso que eu detesto religião …loucos não tem temor de Deus !

    As vezes fico pensando que o irmão faz o mesmo papel de João Batista, A Voz que clama no deserto… e esse deserto hoje se faz presente em uma sociedade que não leva muito em conta a NOSSA VOZ que JESUS CRISTO ESTA VOLTANDO…vejo as igrejas evangelicas se tornando um comercio de fé… vejo que os lideres das igrejas evangelicas se vendendo e se tornando o que a grande Igreja Catolica se tornou uma verdadeira praga maldita cheia de enganos com visão no dinheiro e na politica governos , desse povo louco e faminto por dinheiro!!! Não digo que a igreja nao venha ser rica ! pois o proprio SEnhor disse ” Riqueza é dom de Deus” sim temos um DEUS rico disse o proprio DEUS ” minha é a prata meu é o ouro” ele é Senhor nós samos servos súditos … Mas o mas importante é que não pre gam o amor de Cristo, não anunciam a volta de Cristo… não ouço …não vejo…na televisão os pregadores da ELITE anunciar a volta de Jesus Cristo … que pena !
    FORTE ABRAÇO AO IRMAO NA FÉ
    Pastor Francisco Antonio < igrejaministerioreuniaodafe@hotmail.com

  3. Pamela Ibelli disse:

    Acontecimentos “inesperados” e por muitos questionados, mas tudo isso já estava predito pelas profecias bíblicas e não será possível evitá-los. A Nova Ordem Mundial aos poucos põe às claras os seus planos, criando situações-problemas, apresentando ao público o caos, e trazendo a ele soluções planejadas, abrindo caminho para a chegada do anticristo e do falso profeta (sem a intervenção de Deus). Que o Senhor Jesus tenha misericórdia e derrame em nossos olhos o colírio celestial, para que continuemos vendo as coisas ocultas para os incrédulos, e nos preserve em santidade até o Grande Dia de sua Volta!

  4. Anderson Santos Pereira disse:

    A paz do senhor Jesus, tenho eu acompanhado diversos videos das mensagens do pastor Paulo Junior e tenho muito me alegrado pela suas mensagens, pois não tem sido mensagens sensacionalista, mais é uma palavra verdadeira. Por perceber que o pastor Paulo tem muito conhecimento e prega contra a teoria da prosperidade, algo que estou muito de acordo e por esse motivo eu gostaria que ele me ajudasse a esclarecer a respeito dos dízimos e ofertas, pois tenho estudado bastante a respeito desse assunto e não consigo achar em parte nenhuma da bíblia que o dízimo seria em dinheiro. Levo em consideração que após a crucificação, o véu se rasgou e a lei ficou para trás, prevalecendo somente o amor. Levando em consideração também que na igreja primitiva em nenhum momento falam em dízimo. Gostaria de saber se estou certo ou errado concernente a esse assunto, pois no momento estou sem igreja mais o meu coração está no senhor Jesus. ”  

    ________________________________

  5. jorge vanderley pedroso da silva disse:

    É meio contraditório um PAPA defender a moralidade e os bons costumes segundo ele. E, ao mesmo tempo, serem idólatras e mergulhados em todos os tipos de pecados que se possa imaginar. Enfim, a agenda GAY, homossexualismo e aborto defendidos pela igreja católica precisa se adaptar as regras da NOVA ORDEM MUNDIAL sob o pretexto da igreja se adequar a realidade. Resta-nos apenas clamarmos pela misericórdia e graça de NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.

  6. Antonia Rodrigues disse:

    Amém.

  7. Ana Barbosa disse:

    Eu queria uma explicacao para a renuncia do papa Bento e encontrei aqui no blog do pastor Daniel Batista…

  8. adelson disse:

    Bons dias aos responsáveis por este site. Faltou apenas o amigo Daniel Batista dizer qual foi o real motivo da saide de Bento XVI…. Quem uma ajudinha??? O Bento ainda usa as roupas de papa, e outros apetrechos que só cabe a uma papa usar… Pq será??? Bem o real motivo foi a condenação executada pelo Tribunal Penal Internacional que condenou além de Josef Ratzinger, outras grandes figuras. Não acreditem em mim pesquise.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s