“MAÇONARIA BATISTA” E AS ORIGENS DO MOVIMENTO EVANGÉLICO BRASILEIRO

 

Se houver uma conspirata aqui, por parte de agentes maçônicos do Brasil [Lojas maçônicas compostas de homens de todas as camadas sociais], delatores de uma dinastia de evangélicos maçônicos “BATISTAS” ou “Assembleianos”, depois desta confissão tenebrosa, para este efeito, qualquer Batista aqui “ofendido” receberá terá todos os motivos, como todo tempo necessário, para agarrar o “touro pelo chifre ” para tirar suas conclusões. O que não creio que acontecerá!

O artigo fala com detalhes da relação entre pastores batistas e a maçonaria. Pior, diversas publicações e divulgações iguais a esta espalhadas por diversos sites maçônicos [Benemérita Loja Antônio nº 5, e republicada em diversos sites, como o da Aug .’. Resp .’. Gr .’. Benf .’. Gr .’. Ben .’. Loj .’. Simb .’. OBREIROS DE IRAJÁ, no “Oriente Eterno”; Informe Pernambuco].

http://informepernambuco.blogspot.com.br/2010/02/pastor-evangelico-e-maconaria.html

O Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985, afirma que se não fosse a maçonaria, o trabalho dos batistas no Brasil não teria nem começado. Maçons brasileiros, que pretendiam sabotar o domínio católico [Loja Maçônica Européia] através disso. E também, os missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren (fundadores da Assembléia de Deus) receberam a ajuda da maçonaria. A colaboração espiritual partiu por parte de um pastor batista, pastor maçom, que estava ajudando seus ambos “irmãos maçons” evangélicos como manda a fraternidade.

Os maçons “Batistas” foram emigrados dos EUA para se estabelecer na cidade de Santa Bárbara/São Paulo, lá fundaram em 10/09/1871, a Igreja Batista em Santa Bárbara para a Ordem Maçônica.

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 162).

A primeira Igreja Batista estabelecida em solo brasileiro pelo americano Pr. Richard Ratcliff. Fundaram também em 1874 a Loja Maçônica “George Washington”, onde se encontravam cerca de oito batistas – Sendo que pelo menos cinco deles também foram fundadores da Primeira Igreja Batista, entre eles estava o Pr. Robert Porter Thomas .

 

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 363).

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 116).

O Pr. Thomas foi interino por diversas oportunidades tanto na Primeira Igreja quanto na Igreja da Estação – A 2ª Igreja Batista no Brasil, foi fundada em 02/11/1879 pelo Pr. Elias Hoton Quillin, maçom.

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 181)

 

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 266).

O pastorado interino do Pr. Thomas nas duas Igrejas somou cerca de 25 anos de trabalho que rendeu o primeiro Pastor Batista Maçom Antonio Teixeira de Albuquerque.

 

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 126).

Em 12/07/1880, a pedido da Igreja da Estação, foi formado um Concílio reunindo as duas Igrejas, para Recepção e Consagração ao Ministério, do maçom Antônio Teixeira de Albuquerque, que foi batizado pelo Pr. Thomas.

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 116).

Pr. Thomas foi moderador do Concílio das Igrejas – que se realizou dentro salão da Loja Maçônica, o Pr. Ouillin, conforme se descreve na carta subscrita pelo moderador e pelo secretário do Concílio (4, pg. 249 – tradução e pg. 407 fac-símile do original) ao Foreign Mission Board of fhe Soufhern Baptist Convention (Richmond, VA., U. S.A. ). O Primeiro Pastor Batista Brasileiro, maçom, além de ter sido batizado por outro Pastor que era Maçom, foi ainda consagrado ao ” Ministério da Palavra”, acreditem, no salão da Loja Maçônica. Debaixo de tantas evidências ainda existem cegos que não querem enxergar!!

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 125).

A Igreja de Santa Bárbara é uma das referências histórica pelas Convenções, uma igreja missionária, que insistiu e conseguiu que a “Junta de Richmond” nomeasse missionários para o Brasil, estabelecendo-se então em Sta. Bárbara a “Missão Batista no Brasil”.

O primeiro missionário batista foi o Pr. Ouillin (1878) maçom, com sustento próprio. Seguiram-se, sustentados pela “Junta”: Bagby (1880), Taylor (1882), Soper (1885), Putheff (1885) e outros sendo que Bagby, Soper e Putheff foram pastores da Igreja em Sta. Bárbara – que tinha entre seus membros, um expressivo grupo de maçons.

 

(Livro “Centelha em Restolho Seco uma contribuição para a história dos primórdios” – de Betty Antunes de Oliveira, Edição da Autora, Rio de Janeiro (RJ), 1985. pág. 126).

Em 1921, Salomão Luiz Ginsburg, Missionário da Junta de Missões Estrangeiras de Richmond, publicou o seu livro autobiografico. Encontra-se em algumas partes de seu relato a descrição de sua condição de Maçom.

Inserto da Pág 82, Livro “Um judeu errante no Brasil” de Solomon Louis Ginsburg, Edição 2 – da Casa Publicadora Batista, 1970.

Texto completo: Estamos perdidos!’ Como um raio de luz, veio-me o pensamento de fazer o sinal de perigo da Maçonaria. Seria possível que naquele lugar houvesse um irmão maçom? Tentei o sinal, e pareceu-me como se alguém estivesse esperando por isso, pois, em menos de cinco minutos, cerca de meia dúzia de homens se aproximou de mim e me rodeou e me disse que me veio buscar para a sua casa. Logo fiquei livre e seguramente instalado em uma das melhores residências da cidade, protegido por soldados, com suas carabinas de prontidão. Agradeci ao meu Pai Celeste pelo livramento que me deu tão maravilhosamente daquela multidão enfurecida.

Inserto da Pág 114, Livro “Um judeu errante no Brasil” de Solomon Luiz Ginsburg, Edição 2 – da Casa Publicadora Batista, 1970.

 https://i0.wp.com/img138.imageshack.us/img138/6827/downloadsfotosasp.jpg

Foi Ginsburg o editor do primeiro Cantor Cristão (16 hinos) em 1891, e na edição atual do referido Cantor ele aparece como Autor ou Tradutor de 102 hinos.

Salomão Ginsburg foi membro da Loja “Duke de Clarence”, na cidade de Salvador/BA e Loja Restauração Pernambucana, em Recife. E na jurisdição da Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo, ele é o patrono da Loja nº 3 – Loja Salomão Ginsburg.

Conforme nos informa o Pr. Ebenezer Soares Ferreira (veja O Jornal Batista nº 30 de 24/07/94), Ginsburg foi o fundador, na cidade de São Fidélis no Estado do Rio de Janeiro, da Loja Maçônica Auxílio à Virtude (02/07/1894) e da “Egreja DE CHRISTO, CHAMADA BATISTA” (27/07/1894), que foi a primeira Igreja Batista em São Fidélis/RJ.

No dia 23.01.1894, o Secretario João Luiz dos Santos Guimarães relata em ata. O seu profundo agradecimento pelo apoio dos Irmãos e a seguir, registra; “Filiou-se ao nosso benemérito quadro o maçom grau 30, Salomão Luiz Ginsburg, russo, casado, 27 anos, pastor, membro ativo de diversas Lojas e deputado da loja Duke of Clarem do Or. Da Bahia, sendo proclamado membro ativo da Loja.” Sua presença em São Fidelis permitiu que ele fosse o grande aglutinador e praticamente o fundador da Loja Maçônica “Auxilio a Virtude” naquela cidade, o que ocorreu em 30 de outubro de 1894, tendo como fundadores outros 24 irmãos da Loja Progresso.
Aqui não foi venerável, mas deixou sua marca como orador da Loja, cargo que ocupou por bons períodos durante os sete anos em que viveu em Campos.

http://www.arlsprogresso204.com.br/BiografiasTexto.asp?Id=5

Testemunho da Loja ARLS Maçônica Progresso nº204, em Campos dos Goytacazes/RJ. Pelo testemunho, subentende-se que com 27 anos ele já era do grau 30.Depois ajudou a fundar a ARLS “Auxilio a Virtude” N º 462 na cidade de São Fidélis/RJ em 01 de Junho de 1894. E quando ele atingiu o grau 33, pode fundar sua própria loja.

O primeiro Templo Batista construído no Brasil, foi o da Primeira Igreja Batista de Campos, edificado sob o pastorado de Salomão Ginsburg e com a colaboração financeira dos Maçons (Reimer, Haroldo, Maçonaria – A resposta a uma carta. Edições Cristãs, Ourinhos (SP)- s.d. – pág. 64).

Inserto da Pág 143, Livro “Um judeu errante no Brasil” de Solomon Louis Ginsburg, Edição 2 – da Casa Publicadora Batista, 1970

Salomão Luiz Ginsburg fundou, em 1902, o Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil, que comemorou o centenário em 2002 – inclusive com a realização da Assembléia Anual da Convenção Batista Brasileira nesta Cidade do Recife.

E obviamente, o Pastor David Mein, que foi o reitor do Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil durante 40 anos, Pastor da Igreja Batista do Cordeiro (segunda Igreja Batista fundada na capital, Recife), e Presidente da Convenção Batista Brasileira (CBB) em várias oportunidades – foi maçom atuante, membro da Loja Maçônica Cavaleiros da Cruz, que fica na mesma cidade do seminário – Em Recife/PE.

https://i2.wp.com/img191.imageshack.us/img191/1294/23089586.jpg

Fotografia da Igreja Batista do Cordeiro, Recife/PE
A alegre multidão de fieis em 1º plano, e potente ao fundo, vejam a arquitetura do edifício.

O Pastor José de Souza Marques foi Presidente da Convenção Batista Carioca e da Pastor da Igreja Batista do Engenho Novo/RJ, e da Primeira Igreja Batista de Campo Grande/MS no período de 1923 a 1925.

Também foi presidente da Convenção Batista Brasileira (CBB), tendo em 1940, na Convenção Batista da Bahia, organizado a Aliança dos Pastores Batistas Brasileiros, e que depois tomou o nome de Ordem dos Ministros Batistas do Brasil, permanecendo em sua presidência até 1962, ele também exerceu cargos importantes na administração maçônica, tendo sido inclusive presidente, por muito tempo, do Supremo Tribunal de Justiça Maçônica.

Ainda hoje, a única foto existente no Salão do Conselho do Palácio Maçônico do Lavradio, é a do Pr. Souza Marques.

https://i0.wp.com/img204.imageshack.us/img204/4821/mfotos005.jpg

 

Encarnação dos Santos, Secretário Estadual de Entidades Paramaçônicas; Aderaldo Madureira Lima, Secretário Estadual de Administração Adjunto; Waldir Vieira Cristóvão, Administrador do Palácio e José da Rocha Lemos, Conselheiro Estadual da Ordem, concedendo-lhes uma placa em agradecimento ao apoio recebido para a realização deste evento, e encerrou a reunião agradecendo a recepção fraternal do Eminente Grão-Mestre do GOB-RJ, Ir.·. Eduardo Gomes de Souza, ressaltando que a reunião da GLMERJ nas dependências do Grande Oriente do Brasil no Rio de Janeiro, nos traz a certeza de que estamos trabalhando unidos em prol da nossa Sacrossanta Instituição, para o bem da humanidade e para o crescimento da Grande Loja e de todos os IIr.·. e finalizou, citando o Salmo 133: “Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união”.

E ainda, no mesmo Palácio Maçônico do Lavradio, a sala de Tribunal de Justiça tem o nome de “José de Souza Marques”, em homenagem a esse mesmo pastor batista.

https://i0.wp.com/img402.imageshack.us/img402/7066/aviarygobrjorgbrpicture.png

Tribunal Maçônico, muito semelhante ao Supremo Tribunal Federal (STF) – A Sala de Sessões Pr. José de Souza Marques está localizada no saguão de entrada do Palácio Maçônico do Lavradio.
O nome dele está sobre a porta, e na parte superior esquerda desta foto, podemos ler o final “MARQUES”.

O Pastor batista José de Souza Marques foi também Membro Efetivo do Supremo Conselho do Brasil para o Rito Escocês Antigo e Aceito, encontrando-se também em sua sede em exposição, um retrato pintado a óleo do Pastor José Souza Marques.

Detalhe: De todos os maçons do Brasil, este Supremo Conselho é formado por somente 33 membros, e todos do grau 33.

https://pastordanielbatista.files.wordpress.com/2014/02/57c4a-1.jpg

https://pastordanielbatista.files.wordpress.com/2014/02/af5d1-sc33.jpg

E em sua homenagem à este grande pastor Batista, em 28/04/81, foi criada uma Loja Maçônica com seu nome: ARLS José de Souza Marques Nº2098, na Rua Nerval de Gouveia 409, Bairro Cascadura, Rio de Janeiro/RJ

E até já existe uma Loja maçônica “filha” – da Loja maçônica que foi fundada por Salomão Louis Ginsburg – “A.·.R.·.L.·.S.·.“ ORVALHO DO HERMON – Nº 21

https://i1.wp.com/img692.imageshack.us/img692/4113/logocombo.jpg

No final dos anos setenta havia entre os irmãos José Ferreira de Oliveira, Eriberton Scocco Ferreira dos Montes e Samuel Lino de Abreu o hábito de se encontrarem nos finais de semanas, ora na residência de um deles ora na sede da Associação Banco do Brasil em Manguinhos.

Embora estes encontros eram de laser entre as famílias, mas entre um bom aperitivo sempre girava assunto em torno de maçonaria, principalmente sobre as dificuldades para freqüentar a ARLS. Salomão Ginsburg, nº 3, devido aos constantes congestionamentos do transito de Vitória (naquela época não existia a segunda ponte) que muitas vezes obrigavam aos irmãos que saiam de Vitória com destino a Campo Grande a fazerem a volta pelo contorno de Carapina, pois só assim chegariam a tempo de assistirem à reunião.
Diante desta dificuldade, e como a ARLS. Salomão Ginsburg, nº 3 tinha um enorme quadro de obreiros, daí surgiu a idéia de fundar uma Loja no Oriente de Vitória, mais precisamente na Praia do Canto.

https://i2.wp.com/img697.imageshack.us/img697/6972/imagesdiversostemplo001.jpg

E o que aconteceu com a Loja Maçônica fundada pelo pastor Salomão Ginsburg??

https://i0.wp.com/img714.imageshack.us/img714/3003/49747899.jpg

A Grande Loja Maçônica do Estado do Espírito Santo foi fundada em 07 de novembro de 1970, pela Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro, por meio da união das lojas “Independência” nº01,”Sete de Setembro” nº02 e “Salomão Ginsburg” nº03.

Sua sede está localizada na Avenida Joubert de Barros, 358 – bairro de Bento Ferreira em Vitória, capital do estado. A Grande Loja Maçônica do Estado do Espirito Santo está inserida no List of Lodges, é reconhecida pela Grande Loja Unida da Inglaterra, potencia mãe do mundo, pelas Grandes Lojas Americanas, é filiada a Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil e a Confederação da Maçonaria Interamericana.

 http://www.glmees.org.br/?conteudo=historia

https://i1.wp.com/img714.imageshack.us/img714/9483/62356251.jpg

Concluímos…

Não seria novidade que a maçonaria utilizou, como utiliza-se, de instituições evangélicas por fachada, com peso de tradições, para implementar princípios maçônicos no Brasil com rosto de missão cristã. Aplicação destes mesmos princípios “liberdade, igualdade, fraternidade” que foi geral e uniforme para diversas instituições como Presbiteriana, Assembléia de Deus, Metodista etc. Fica registrado que a educação geral do povo evangélico é o êxito da arbitrariedade liberal: um povo que se põe a gritar que é necessário resolver a questão social, sacrificar-se pela Paz, por meio de acordos internacionais, divisões de partidos e, luta de emulação que não é feita sem montões de reais e dólares no bolso destes Pastores do Estado Maçônico.

 Deste modo a força cega do povo evangélico é o apoio da maçonaria “infiltrados”, os únicos que podem guiá-los com segurança até a distruição, para que os fins correspondam: “mistificamos, embrutecemos e corrompemos a cristandade” de uma educação fundada por princípios e teorias falsas que são inspiradas por eles “os maçons”.

Hoje percebesse que o movimento evangélico realmente tem cara de maçonaria “Batista” por templos, escadas, símbolos e ritos sacramentados. Chegou aonde chegou por que é produto da maçonaria! Aquilo que é Ecumênico, Ambiental e Pacifista e não Cristocêntrico! Um Evangelho cheio de paixão, embrulhado, construído por capitalistas, ao mesmo tempo, protagonizado por marxistas teólogos que querem dar idéia impraticável, que são capitalistas para si próprio, no sentido literal, na verdade farinha do mesmo saco [Política]. A importância desta reticência, caros leitores, consiste no seguinte: o evangelho nunca pode ser um princípio especificado, correto e legítimo para as massas. O tempo passou e agora a causa maçônica nos gerou tormentos “Liderança Evangélica”, bem canalhas, cheios de habilidades, de uma esperteza insolente e apostata! Ratos de biblioteca, alimentados por estas espectativas satânicas, capazes de sacrificar “tolos” em nome de Deus para se manterem vestidos de terno preto! A maçonaria é o Pai deste filho: movimento evangélico. 

 Acorda Povo de Deus, Jesus está voltando!

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

32 respostas para “MAÇONARIA BATISTA” E AS ORIGENS DO MOVIMENTO EVANGÉLICO BRASILEIRO

  1. ALEX FABIANO ALVES DA CRUZ disse:

    Quero deixar claro que nem todos os Batistas são maçons. não só não são maçons, como repudiam a pratica entre os cristãos evangélicos.

    • Alex, ouvi de Assembleianos, Presbiterianos, Metodistas e Católicos a mesma coisa!!!! Consola? E a iniciativa? A política continua mandando nas Igrejas, a prédica da filosofia e marxismo substituindo o evangelho e templos construídos com rendas do Estado por acordos espúrios!!! Aqui á pactualidade, cumplicidade ou covardia, por uma destas os Batistas pecaram!!

      • Sara disse:

        Brilhante resposta Pr. É desse jeitinho maligno mesmo! Deus me mostrou meses atrás, que o alicerce das denominações, estava construído em cima do inferno!! Um alicerce gigantesco rodeava os templos, e quando eu olhava no meio do alicerce, era um buraco negro, sem fim e amedrontador! Pra entrar no Templo, eu tinha que pular por cima do tal alicerce que era aquele buraco negro, e ficava a-pa-vo-ra-da, com medo de cair ali. Na época não entendi o significado, mas depois de descobrir – pesquisando as origens das denominações – toooda essa sordidez dessa Fraternidade anátema, fez a ficha cair, e então tudo fez o maior sentido!! Só posso dizer: Maranata ora vem Senhor Jesus!! Amém!!

    • Sara disse:

      Mesmo que não sejam… Mas o sistema eclesiástico está fundamentado nessa maldita Fraternidade anátema! O sistema está sim todo contaminado!! Não só Batistas, mas todos os outros tmb. Só nos resta correr para Jesus e nesta reta final Apóstata, esperarmos o fim!!!! Amém!!

      • Alexandre poços de caldas disse:

        Só náo corre para templo ,Jesus nunca frequentou templo e tao pouco mandou costruir ,esse nome igreja foi criado por Constantino, isso nao existe nas escrituras originais ,a igreja e VC

      • Maria disse:

        verdade! sara vi uma uma pregação que falou sobre as igrejas atuais que estava como no Livro de Ezequiel, quando Deus o leva ate o templo de Jerusalém e mostra toda a sujeira que estava dentro do templo do Senhor! toda idolatria e todo tipo de pecado sem que ninguém perceba a não ser aqueles que ler a Palavra, essa geração de evangélicos é a mas perversas que já passou pelo cristianismo tudo pode, se você fala do pecados deles se refugiam em nao jugueis mas como que nao podemos jugar, se jugaremos os impios e ate os anjos, quanto mais nos irmãos em Cristo, isso é para que o deixem continuarem pecando e que só Deus o jugara, coitada dessa pessoa, isso é obvio, Deus jugara a nos todos, mas tem uma diferença, é que seremos justificados Pelo Cordeiro de Deus pelo seu sangue. essa comercialização gospel com intuito de evangelizar, é a mais corrupta evangelização feita por evangelicos, pois ninguém com depressão ou angustia tem pique para comprar ingresso e ir a esse shows gospel, que só enriquece esse artista gospel que vivem em pura luxuria e o povo continua sem ouvir a verdadeira Palavra, que voltam vazios como entraram, pois o que sentem é só emoção e voltam a praticar as mesma coisas que fazem diariamente sem arrepender e assim fazem cristãos fracos e carnais sem nem um temor de Deus, e por não lerem a Palavra são analfabetos da Bíblia, não enxergam o pecado entrando nas igrejas e começam aceitar coisas que na Palavra é inaceitável, e Ezequiel vê outro buraco e Deus manda cavar e mais sujeira que o povo tenta esconder, mais Deus mostra a Ezequiel e a quem Ele pela sua misericórdia também mostra essas sujeira nas igrejas, pois ninguém pode se esconder por muito tempo no pecado pois o pecado começa a fede tanto que quem esta atento o que as escrituras dizem começa a sentir o cheiro, Deus tem sido misericordioso mostrando essa realidade mas as pessoas estão cegas e preocupadas com outas coisas para quererem ver o que esta bem claro,isso todo esta na Palavra pois é nela que esta todo a verdade e é fonte da fé cristã não adianta dizer sou de Cristo e concordar com o pecado, e misturar o santo com profano. a Palavra esta se cumprindo em nós e nós que nao que cumpri-la, nessa época temos tudo para nos distrair, é shopping e isso é aquilo, deixamos muitas vezes de ir a igreja ou lermos a Palavra, por novela e outras coisas, mas o verdadeiro cristão nao tem prazer nas coisas da terra, quem rejeita essas delicias carnais e cafona ate por um irmão na fé, e que tenho ouvido que não estamos morto que temos que curtir sim a vida pois Deus quer nos ver feliz,sim mais ser feliz dentro de nos Jesus e nossa alegria, vê como foi a vida de joão Batista como ele viveu para que seu chamado fosse perfeito para que Jesus viesse, Deus quer de nós muito mas q isso q damos a Ele.

      • Josue disse:

        Só tem um problema, a origem da maçonaria está em Jesus e sua comunidade iniciática.
        Os símbolos maçônico são bons, apenas são mau interpretados. Onde você acha que Jesus estava antes dos seus 33 anos de idade? Cuidado para não ser mais uma equivocada sincera.

      • Josue disse:

        O sistema sempre foi perfeito, agora é que está sendo contaminado por pensamentos espúrios que nem os seus. A maçonaria desde tempos remotos espalha o evangelho pelo mundo, mas infeslismente algumas sementes, como a sua, apodrecem e não prosperam. Sempre foi assim, para espalhar o evangelho de nosso mestre Jesus enfrentamos muitas dificuldades impostas pelo Vaticano e católicos radicais que matavam nossos missionários enviados por todo o mundo e protegidos pelo sistema maçônico. Tudo para que o povo conheça a verdade é seja livre.

  2. Pobres coitados! Eu não sabia que para ser evangélico e por conseguinte pastor, precisaria ser tão ignorante. Com que autoridade os senhores repudiam a Augusta Ordem Maçônica e a chamam de entidade satânica ? bem como afirmam que” a Maçonaria utilizou e utiliza entidades evangélicas por fachada, com peso de tradições, para implementar princípios maçônicos no Brasil com rosto de missão cristã” ? Ora, a Maçonaria não é religião, mas respeita e aceita membros de todas as religiões, desde que sejam homens livres e de bons costumes, porque é uma entidade democrática. Não se tem notícia de nenhum artigo publicado pela Maçonaria atacando religião a, b ou c, apesar de ser constantemente atacada por evangélicos, não por entidades evangélicas. Não é verdade que a Maçonaria tenha se utilizado e utilize entidades evangélicas para imprimir princípios maçônicos no Brasil, mesmo porque Liberdade, Igualdade e Fraternidade, são princípios presentes na vida de todo cidadão democrata, livre e de bons costumes,seja ele cristão ou não. O mesmo, não se pode dizer das Igrejas evangélicas, principalmente a Presbiteriana e Batista, que para se instalarem no Brasil precisaram da força e do prestígio da Maçonaria para amortecer a resistência da Igreja Católica a época. Agora, alguns membros dessas igrejas esquecem tudo e cospem no prato que comeram.

    • Josmar não vou entrar no quesito “satanismo” por que seria perca de tempo provar o que está provado! Para uma instituição que ensina mentir, promove pactos de silêncio e torturas psicológicas como prova de fidelidade de seus adeptos, o que ela seria então??? Quanto a questão da Igreja Católica, quem está mal informado é o Senhor! A Igreja Católica é a Loja da maçonaria na Europa e o Papa o seu Grão Mestre! Esta historinha de “inquisição” só funcionou para crentes e não para a Ordem!

      • Pastor,eu quero saber qual foi a escola que lhe ordenou,pois nem a língua pátria o senhor domina.O termo “perca” como está colocado no texto que escreveu para mim é demais.O que se dirá do conhecimento da história da Maçonaria !

    • César Gonçalves disse:

      A estrutura da Maçonaria é piramidal, dividida pro estratos, na qual somente a última camada, aquela lá de cima, onde está o Olho de Hórus, é que detém todo o o poder, e a quem é permitido conhecer todos os mistérios relacionados ao ocultismo. As milhares de Lojas Maçônicas, espalhadas pelo mundo, são apenas Escolas iniciáticas, entende? Escolas que não têm por objetivo ensinar, mas selecionar. Selecionar aqueles pouquíssimos “escolhidos” que chegaram um dia lá no topo do poder e do conhecimento, e assim, substituirão os manda-chuva de hoje. Os demais maçons, a maioria esmagadora deles, os que vao até ao grau 28, sao apenas militantes ou soldados da causa. Importantes para o sucesso da organização, mas que nunca chegaram ao conhecimento pleno. Permanecerão ignorantes que desconhecem os mistérios da própria ordem da qual fazem parte.

    • Marlus disse:

      Maçonaria é religião. Albert Pike, em Dogmas em Dogmas and morals, afirma isso.

  3. alguns evangelicos mal informados insistem em criticar aquilo que eles não sabem o que o que é,a maçonaria universal e milenar instituição,deus os perdoem.amem

    jose luiz soares,itaperuna-rj

  4. Eliane da Rosa Francelino disse:

    maçonaria é do diabo e aquele que está inserido neste meio está seguindo a satanas e seus adeptos, a bíblia diz: que nem todo o que me diz Senhor, Senhor entrará no reino dos céus.

  5. roberto disse:

    O pior de tudo ,e que os maçons nem imaginam que existe duas maçonaria em uma so…a visivel, e a invisivel….pesquisem maçons…..
    A Maior sabedoria vem atravez do sabio leitor e pesquisador.

    • Alexandre poços de caldas disse:

      Sabem sim isso se chama instituição para maçônica, que náo apresentá perigo para hordem ,já que membro de banco nunca sabe de nada

  6. edson disse:

    A maçonaria é o mal do mundo. Ao senhor Josmar Rodrigues de Lima, leia Albert Pike, saia da ignorância. O Senhor é tão sem argumento que vai contestar uma palavra escrita errada afim de ofender uma pessoa. Todos nós escrevemos errado ou erramos, isso é supernormal. ” todo maçom é enganado e merece ser enganado” Albert Pike.

  7. Alexandre poços de caldas disse:

    VC só deveria assistir a bíblia e biblica no yutoby e largar de ser pastor , porque Jesus nunca constituiu esse modelo , no resto VC esta de parabéns Alexandre.garra@hotmail.com

  8. MOISES RODRIGUES disse:

    E o poder de Deus… onde fica?

    Se aprouve a Deus romper a barreira religiosa que a Igreja Catolica impunha ao Brasil, AMEM
    Se foi usando a maçonaria.. AMEM

    Ate onde sei, nenhuma folha cai de uma arvore sem que Ele aprove.

    Então pastor, talvez nem o senhor tivesse sido ordenado não fosse a intervenção da mão de Deus através da maçonaria.

    Cuspir no prato que comeu é feio e grosseiro.

    Sei que hoje o povo brasileiro desfruta de liberdade religiosa… e AMEM por isso.
    Tanta liberdade que talvez, no meio de perseguições, Deus use, de novo, instituições seculares para proteger os seus, como fez com Salomão Ginsburg…

    SOLI DEO GLORIA

    • Quero saber da vossa inteligência “por parte de quem ouvimos este tipo de evangelho” que Deus precisa pedir emprestado do diabo o seu sistema para garantir o futuro da sua Igreja???Administrar plano de salvação através de medidas comprometidas???Ainda há na casa do ímpio tesouros da impiedade, e medida escassa, que é detestável? Miquéias 6:10 Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. 1 Coríntios 10:21. O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; Mateus 13:38 Neste caso a “maçonaria” tem muitos filhos!!

      • Pastor,vá cuidar do seu rebanho e deixe a Maçonaria de lado.A Maçonaria não é religião,não discute religião, não se preocupa com religião e nem tampouco entra nessa discussão rasteira de comadres sobre quem pertence a Deus e quem pertence ao diabo; pois nem eu,nem o senhor e, em fim, ninguém tem autoridade para isso.

  9. Senhores maçons me responda por que que a maçonaria só procura as pessoas mais bem resolvidas social e financeiramente para fazer parte de sua irmandade e rejeita, (nem se quer cogita possibilidade) as pessoas que sofrem as mazelas de uma sociedade qua as penalizam.
    A maçonaria se vangloria de ser uma sociedade fraterna, mas, nesse ponto, faz claramente acepção de pessoas.
    Isso é só uma das coisas que mostra que o evangelho e maçonaria são antagônicos. Eu sei que cada indivíduo tem livre escolha, ele pode ser maçom ou evangélico, mas não pode ser as duas coisas. O Evangelho não admite mistura: (Luc. 5.36-39)

  10. Josue disse:

    Prezado Pastor Daniel Batista, seria muito fácil enganar um evangélico com mentiras, bastaria dizer a ele que a maçonaria é uma religião e que é diabólica, seria como dar bombons a uma criança, a qual os aceitaria com muita satisfação, mesmo sabendo que ela pode vir a sofrer de diabete. Isto seria uma maldade e iria contra todos os princípio que tem relação com a verdade. No entanto percebo que senhor é apenas equivocado sincero que perde um tempo precioso de evangelismo para criticar algo que não conhece. Não foi isso que Jesus ensinou e nem mandou fazer. A ordem é muito clara na Bíblia: “ide por todo o mundo e pregai o evangelho”. Como se observa no seu texto, os missionários, mesmo sendo maçons, tinham como principal preocupação a pregação do evangelho para nos resgatar das trevas para luz, foram homens que negaram a si mesmo sendo obedientes a determinação dada por Jesus. Pense nisso. Macular a honra de homens que disseram: “tudo entregarei, tudo entregarei, só por ti Jesus bendito, tudo deixarei” é o mesmo que tentar macular a honra daquele que os enviou.

    Apesar de tudo, percebo também, que tens boa fé, por isso vou ajudá-lo a compreender o que é realmente a maçonaria. Primeiramente a maçonaria não revela seus conhecimentos a qualquer um, se fosse uma religião isto seria o contrário, procuraria alcançar o máximo de pessoas possíveis. O conhecimento maçônico somente é entregue aqueles que são capazes de submeter todo o seu ser a vontade de aprender. Por isso se cobra uma taxa de admissão, por sinal altíssima, para evitar a entrada na Ordem daqueles que não têm a virtude retromencinada, mas querem entrar ali por mera curiosidade e, ao se depararem com o primeiro obstáculo, cairão em si e reconhecerão que não têm a vontade suficiente para estudar, ou seja, não têm afinidade com os livros e logo abandonarão a ideia sensacionalista que tinham em mente.

    A Maçonaria é um sistema de ensino pautado em símbolos, que transmitem mensagens que vão diretamente ao íntimo do ser humano, provocando-lhe uma inquietação e uma reação natural que expõe a sua realidade interna. Assim, se alguém tem o seu mundo psicológico conturbado e não havendo alguém para orientá-lo, certamente essa pessoa construirá idéias relacionadas aos seus valores internos, por isso que muita gente vê o diabo onde ele não existe, é apenas uma projeção da mente, construída por aqueles que cresceram com eles, me refiro a valores, ou seja, impressões captadas pelos sentidos ao longo de sua existência. É por isso que Jesus disse: quem tem ouvidos ouça. É necessário que estejamos atento para o novo para não recebê-lo interpretando-o segundo os nossos valores egoicos, digo valores internos velhos e ultrapassados. Se assim fosse, estariamos colocando vinho novo em odre velho. Jesus disse também que o que contamina é o que sai de dentro do homem. Portanto, podemos contaminar as pessoas com o bem ou com o mal, mesmo agindo de boa-fé e com as melhores das intenções. A bouca fala daquilo que o coração está cheio. Muitos sob o pretexto de que estão cheios do Espírito Santo, sem se aperceberem, expõem seus valores internos macabros em forma de críticas sofistas às pessoas de bem, julgando-as equivocadamente como sendo de má índole. Tudo indica que pessoas que se enquadram no perfil acima descrito, com certeza carregam um fardo de valores velhos e muito pesado, necessitando urgentemente se achegarem ao senhor Jesus Cristo, pois o seu fardo é leve e o seu julgo é suave.

    No que diz respeito a confusão que se faz no meio evangélico acerca da incompatibilidade da doutrina maçônica com o evangelismo, tenho a dizer que o maçom, assim como o universitário, ao completar seus estudos estará apito a exercer seu lugar no edifício social. Se for médico, será um bom médico, se for administrador de empresa, será um grande administrador, se for pastor, será um grande líder evangélico, se for padre, será respeitado em sua paróquia. A maçonaria, como qualquer faculdade, está preocupada apenas com a formação moral do ser humano, ficando o espiritual a cargo das religiões. Proibir um maçom de ser pastor é um ato de irresponsabilidade evangélica e é o mesmo que impedir um universitário ou alguém que já colou grau e fez seu juramento, de ser membro de uma igreja evangélica.

  11. Ten Lauro disse:

    Para que têm tanto maçom defendendo essa seita satânica? Por que não se baseiam no “papa” (Puntiff) mundial da maçonaria que foi Albert Pike. Ele deu instruções a todos os chefões mundiais da maçonaria dizendo que não precisam enganar ninguém: MAÇONARIA É RELIGIÃO QUE ADORA O DIABO! E fim de conversa!

  12. lucio barbosa disse:

    em 2 pedro 2 , fala de mestres , pessoas que conheceram a verdade intelectualmente, mas não é isto que importa para eles a não ser fazer negócios com o povo,
    estes conhecem a verdade mas não querem segui-las de fato , querem sim enriquecer com o uso do evangelho, eles estão sempre nomeio do povo temente a Deus , e detêm com eles os ensinos sadio da as doutrina , alguns chegam a montar , seminarios e faculdades teologias ,
    mas também tem métodos para todos os gostos , por isto o cristão tem as escrituras sagradas para examinar e orar a deus que nos ensina por meio do Seu Espirito, segue estes homens que deseja ficar rico e cai no laço do inimigo, se o evangelho cresceu no Brasil e foi bancado por falsos mestres , importa que a revelação da sã doutrina e do verdadeiro evangelho trouxe salvação a muitos , quanto a estes homens se de fato é verdade este documentário,
    prestarão conta a Deus , por certo receberam muitas riquezas por meio do negocio com a palavra de deus , jã tiveram suas recompensas neste mundo, e aguardam o guizo de Deus quanto a suas loucuras , importa e servir a deus com um coraçao sincero sem olhar para as loucuras de homens perverso , ou por difamadores que escandalizam a obra de Deus

    • Josue disse:

      Prezado Lúcio Barbosa, o conhecimento intelectual não é exclusividade dos maçons, mas de todo aquele que busca o aperfeiçoamento moral, independentemente de sua religião. Provavelmente o senhor deve ter frequentado escolas e até mesmo cursado uma faculdade. Mas qual era o objetivo dessa sua busca intelectual? Qual o interesse de seus pais quando lhe colocaram na escola?
      O que esperavam do senhor? Qual o futuro que vislumbravam em suas mentes em relação ao seu aprendizado. Com certeza, os interesses deles não eram espirituais, mas estavam preocupados com o seu aperfeiçoamento moral, para que conquistasse um lugar no edifício social, tendo uma profissão bastante rentável que permitisse melhorar a sua qualidade de vida. Contudo, nada impede que o senhor exerça uma liderança religiosa saudável, fazendo uso dos conhecimentos seculares e espirituais. Mesmo porque as organizações administrativas das religiões têm relação direta com o ordenamento jurídico pátrio e, portanto, requer um certo preparo intelectual para administrá-las. Ainda que o pretenso líder não tenha a capacidade intelectual para administrar a instituição religiosa, não podemos esquecer que quando Deus não escolhe os capacitados, ele capacita os escolhidos, os quais naturalmente sentem necessidade de buscar o conhecimento intelectual.

      De todo o exposto, percebe-se que o líder religioso comunica-se intelectualmente e espiritualmente. Quando comunica-se espiritualmente é interpretado como sendo de Deus pelos fiéis que detêm apenas conhecimentos relacionados à prática religiosa. E quando se faz necessário fazer uso dos conhecimentos intelectuais para praticar atos de gestão, distantes da prática religiosa, é imediatamente crucificado e injustamente visto como anátema e falso mestre. O que vejo em tudo isso, é uma má interpretação da prática intelectual dos líderes evangélicos, que por serem líderes, passam a gozar dos privilégios que a liderança naturalmente lhes proporciona. Isso causa inveja naqueles que não buscam o preparo adequado para liderar e, por isso, movidos pelo ego da inveja, buscam subterfúgios na tentativa de desqualificar as lideranças inabaláveis, firmadas no Senhor Jesus.

  13. Pastor Daniel, muito bom o seu trabalho,todavia, há como disponibilizar as imagens que não abrem? Preciso da imagem da Igreja Batista do Cordeiro em Recife-PE. Obrigado !

  14. Max Bomfim disse:

    Boa tarde, gostaria tb de poder acessar as imagens. Obrigado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s