“DITADURA GAY” DEPUTADO JEAN WYLLYS PROPÕE EMENDA CONTRA A BÍBLIA SAGRADA

Resultado de imagem para Jean propoe emenda bíblia

 

 


Estamos diante de mais um ato de violência contra as Sagradas Escrituras [BÍBLIA]. O instrumento desta elevação canalha, parte do Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), o qual propõe um projeto de emenda contra a Bíblia que pretende tirar trechos considerados “homofóbicos”. Caso a proposta seja aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça, será levada a plenário e submetida a votação em dois turnos. Se aprovada, será enviada ao Senado onde passará por votação em dois turnos, após os quais entrará em vigor independentemente de sanção da presidente Dilma, por se tratar de Projeto de Emenda à Bíblia.

Antes de tudo é preciso analisarmos o sistema político no ponto de vista histórico. E eis aí onde aparecerá o triunfo de uma dinastia política feita de homens de maus instintos, tão numerosos, que os bons acabaram entregues as rédeas frouxas da Lei. Os cálculos psicológicos desta genialidade baixa, o que concerne as coisas políticas, mostra fileiras inteiras de resoluções absurdas, desde a monarquia absolutista até as novas formas de governos espalhadas pelo mundo, cada figura pública aspirando o poder por si mesmo, cada qual, se pudesse, se tornaria ditador, revelando uma única verdade: “a política nunca teve nada de comum com a moral “.

O governo que se deixa guiar pela moral não é político, e quem espera um gesto honesto de um político, prova não entender de política! Para os políticos mais numerosos, ou mais corruptos, quem procura sucessão no Estado deve recorrer à astúcia e a hipocrisia. Os francos e honestos arruinariam qualquer coisa política, sendo assim, as Revoluções mais importantes da história, as mais sangrentas, promovidas em nome da liberdade e humanidade, que tomaram por arma o ferro, o fogo, o veneno, a intriga, a perfídia, para conseguirem seus ditames, nunca teria saído do papel. Infelizmente as decisões do povo sempre dependerão de uma minoria feita por degenerados, protegidos por uma República onde repousa os princípios da verdadeira política hereditária: a lei é para o mais forte.

Esta política encarna a figura do Deputado “Jean Wyllys” [fora do Poder Legislativo não apresentaria nenhum risco]. O trabalho agora é usar o aparelho estatal para elaborar emendas que transformem sua ideologia sexual um “assunto de interesse nacional urgente”. Os recursos públicos são gastos com cálculos pessoais, com longos serviços, por projetos de leis que não favorece a grande parte dos cidadãos brasileiros sobrecarregados de impostos. O direito imposto à Jean Wyllys como Deputado desencadeia o seguinte desespero político: “os avanços econômicos e sociais deste país só podem ser alcançados com liberdade sexual”.

Este execrável encontrou na política o obrigo que precisava para implantar a Ditadura Gay que sempre sonhou desde de criança. Como tantos outros idealistas doentes como ele, que podemos tirar da história, indivíduos que por meio de uma teoria puramente administrativa, e fraseologia habitualmente combinada com regras sociais, usam de seu julgamento político como oportunidade para erradicar seus pensamentos no “destino histórico”. Destruindo completamente todo tipo de governo que se oponha à sua tropa de uniformizados[“coloridos” obviamente]. Jean Wyllys e suas emendas encarna todos os atributos físicos, patológicos e psicológicos de uma besta apocalíptica, um anticristo feroz, cujo presas estão enfiadas nas opiniões mais opostas!

O Big Brother Brasil que virou deputado federal, com apenas 13 mil votos, que com o poder que tem pode criar leis que atentam contra a Nação, não leva um projeto de lei focado na área da saúde, educação, segurança, previdência, reforma fiscal, impostos abusivos, muito mais, medidas governamentais estratégicas que impeçam toda esta corrupção que golpeia de morte este país!

Jean Wylls opera mais para o sentido de promover complacências com quem é criminoso. Com sua autocomiseração neurótica de “gay perseguido” usa o Poder para batalhar pela descriminalização das drogas. É bom para pedir anistia a traficantes, legalizar o aborto, regulamentar a prostituição [o que agiliza uma expansão na industria do sexo e do tráfico de mulheres para exploração sexual]. Se existe algum plano de educação em sua vida política, esteja certo, é para dividir suas idéias e vontades homossexuais nos ambientes escolares, invadindo a privacidade da família, coagindo pais com jargões “homofóbicos” à não educarem seus filhos como rege as Sagradas Escrituras!

Temos uma nova versão para o cristianismo positivo de Hitler. Esta característica idêntica entre o nazismo e o gaysismo de Jean Wyllys, é que ambos propõe substituir a canonicidade cristã. O que difere entre um e o outro, é que Hitler lutou para tirar Jesus do contexto histórico judaico, e no caso de Jean,ó objetivo é colocar Jesus como “Senhor” dos gays. O cristianismo brasileiro passaria receber um caráter gay, incorporando os novos elementos doutrinários nas expressões, para evitar polêmicas com o público colorido!

Jean Wyllys e sua teoria subversiva ganha méritos no texto escrito pelo Apóstolo, o que me faz ficar curioso: “como se traduziria somente esta mensagem na nova Bíblia do Deputado?”

“… por que até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário a natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. 28. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; 29. Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;30. Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães;31. Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia;32. Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem. ROMANOS 1. 26-32

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para “DITADURA GAY” DEPUTADO JEAN WYLLYS PROPÕE EMENDA CONTRA A BÍBLIA SAGRADA

  1. Ademar Claro Fernandes disse:

    Essa aberração não tem jeito mesmo!

  2. Pingback: Homossexualismo é pecado! - Betel Ministerio das Boas Novas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s