“VOTO É DINHEIRO” ASSEMBLÉIA DE DEUS DO PETROLÃO

 Resultado de imagem para Corrupção Cunha Assembleia Madureira

A denúncia que implica as Assembléias de Deus Madureira no suposto repasse de propina do Petrolão a Eduardo Cunha (PMDB/RJ), expondo estreita relação da família Ferreira com a corrupção do PT/Dilma. A cara de pau de Silas Malafaia em dizer que nunca apoiou politicamente o engodo do Cunha, trocando de camisa como bandido quando foge da polícia, me inspira querer falar sobre política evangélica. Esta denúncia deixa claro o que venho denunciando á mais de uma década.

Por que líderes evangélicos como Silas e Cambada encoraja seus fiéis e lideranças cristãs á participarem dos processos políticos do país? Em troca do quê articulam passeatas em nome de Cristo para no final apresentar seus candidatos favoritos? Púlpitos como palanques eleitorais para endereçar o progresso do Evangelho à uma luta de classes que está sob a tutela de políticos, partidos, de velhacos enriquecidos, de demônios encorajados pela unção apostólica, hora são notáveis, geniais, outra hora, desprezíveis, rivais, tudo por uma solidariedade ao Reino de Deus ? As razões estão aí: o serviço é muito bem pago com dinheiro da corrupção senhores! Igrejas de aluguel para políticos que por apoio eleitoral são capazes de driblar a noção do que é contrário a lei! Estas hérnias intelectuais com o bolso cheio fazem de seus fiéis urnas humanas! Agora falo dos códigos e caracteres da verdadeira política mundial cujo considero Silas e Cambada funcionários de um esquema que está muito além do Parlamento e de toda esta teologia imunda [o sentido oculto].

Per me reges regnant “Por mim reinam os reis”. Assim considera o Poder internacional desde 1898 as pessoas reinantes deste mundo: engrenagens humanas do mecanismo governamental eleitas pelo poder oculto para obrar de acordo com os planos, dentro desta vulgarização política, a fim de conceder pelo caos social um futuro promissor para que o despotismo majestoso mundial reine [Elite Global].

Esta ambigüidade em toda a República é a mentira desta “arte de governar sobre os ignorantes”. No apagar das luzes deixam de ser políticos para virar agentes da Ordem a fim de representar uma causa comum protocolada. Este é o papel das instituições, fazer repousar sobre o povo o tal princípio patriótico, com o objetivo de distraí-los por discussões acadêmicas, sessões parlamentares, reuniões administrativas, rotina teórica, enquanto o inimigo comum da liberdade, que é o poder invisível da República, governa na escuridão. Obviamente isso é ignorado pelo público!

A corrupção tem um sentindo hereditário! É inevitável, por isso a política continuará cumprindo o seu papel em fornecer sementes da discórdia ao supremo governo mundial para que tenha no futuro uma entrada triunfante com a queda de todas as repúblicas. Todos os meios foram estabelecidos para este fim, as agonias econômicas, as convulsões sociais, as frustrações, as decepções, os insucessos e, o cansaço, e o fim é cessar toda insubordinação social no mundo. Com tal fé, por mudanças heroicas, a sociedade global chegará se rastejando ao poder internacional como cordeiros abatidos [ONU].

A política brasileira tem como Pastor espiritual este guia, mas hoje o meu objetivo se estendeu para algo bem pior do que o desenrolar de uma besta para governar toda esta mentira [Ap.13].

A corrupção da liderança evangélica me traz uma face de acontecimentos que parassem ter a mesma natureza administrativa, e poderia tornar inofensivo as diversas fases desta República, de seus dias de loucura, quando implementam no cenário do que chamam de “Novo Milênio” uma dose dupla de imoralidades. Quando esta classe baixa de líderes cristãos, resultantes desta mesma astúcia, que transformaram à fé dos outros em licença política, surgem como membros de toda esta corrupção, sou obrigado a levá-los para o precipício nestas condições: “melhor lhes fora que amarrassem uma pedra no vosso pescoço para serem atirados ao mar, do que escandalizar fracos em nome de Cristo”

Se o papel dos políticos dentro do Governo único é garantir a bancarrota da Era Republicana com sangue e lágrimas, a imprensa é indicar as reclamações do povo, confrontando o passado com o presente, vendendo a ilusões democráticas, os tais líderes evangélicos metidos na corrupção política levam os planos de conceder para a sociedade uma profunda repugnância com dois lados, política e religião!

O resultado destas censitárias pastorais do esgoto colocará em ação a formação de uma sociedade completamente desencantada, fria e sem coração com tudo o que relaciona o nome de Cristo [o fim da religião]. O sentimentos da Pátria e da Religião já engolidos por crenças cosmopolitas, voluntariamente aceitas por toda esta catástrofe organizada mundo, agora deslinda entre as tantas opiniões contraditória de cristãos. Pior, depois de tudo, ainda, grande parte de seus féis não tem opinião crítica. Perderam o hábito de pensar!

A corrupção é um motor em funcionamento que está nas mãos do Governo único para desarmar a sociedade mundial e, colocá-los de joelhos quando chegar o golpe (besta). Seja pela política, ou religião, o que assistimos agora é o Governo Supremo trabalhando com seus espantalhos, desenvolvendo todos meios possíveis para implantar uma um NOVO MILÊNIO e uma DITADURA GLOBAL.

Quanto aos crentes de Jesus, fiéis da última chamada, sua esperança está na vinda do Cristo glorificado, para que o Reino perfeito, que está no céu, seja confiado aqueles que foram redimidos pelo seu sangue carmesim!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s